Sócrates acusa Passos Coelho de ter comportamento "impróprio" de um líder político


 

Lusa   Nacional   25 de Set de 2010, 15:46

O primeiro ministro acusou hoje Pedro Passos Coelho de ter um comportamento “impróprio” de um líder político e defendeu que o que foi revelado sobre as conversas que os dois tiveram mereceu a concordância de ambos

A posição de José Sócrates foi transmitida à agência Lusa, em Nova Iorque, onde hoje discursará na 65ª Assembleia Geral das Nações Unidas.

Na sexta feira à noite, em Ponta Delgada, Pedro Passos Coelho, reagindo a anteriores declarações feitas pelo primeiro ministro sobre o teor das conversas que tiveram esta semana relativamente ao Orçamento do Estado para 2011, disse que, para futuro, só voltaria a reunir-se com José Sócrates com testemunhas ao pé.

“Foi com muita estupefação que ouvi a reação do primeiro ministro e nunca pensei ter de dizer o que vou dizer: que não haverá nenhuma outra ocasião no futuro em que o líder do PSD volte a conversar em privado com o primeiro ministro sem que existam outras pessoas que possam testemunhar a conversa”, frisou o líder social democrata em Ponte Delgada.

Horas depois, em declarações à agência Lusa, José Sócrates repudiou o teor das palavras proferidas pelo presidente do PSD.

“Tomo as declarações do líder do PSD pelo que são: um agravo pessoal absolutamente inadmissível e injustificável”, disse.

Depois, José Sócrates referiu a sua versão sobre o que foi acertado esta semana nas conversas que teve com Pedro Passos Coelho sobre o Orçamento do Estado para 2011, que acabaram com o líder do PSD a recusar uma negociação prévia em relação à proposta do Governo.

“Das conversas que mantive com o líder do PSD revelei apenas e só o que ambos concordámos que fosse tornado público. As suas declarações [de Pedro Passos Coelho] são impróprias de um líder político com responsabilidades”, acrescentou.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.