Snowden alerta para ameaça global à privacidade em mensagem de Natal alternativa

Snowden alerta para ameaça global à privacidade em mensagem de Natal alternativa

 

Lusa/AO online   Internacional   25 de Dez de 2013, 18:07

O ex-analista da agência de segurança norte-americana NSA Edward Snowden alertou esta quarta-feira para a existência de uma ameaça global à privacidade, numa mensagem de Natal alternativa emitida pelo Channel 4 britânico.

Snowden, que está refugiado na Rússia depois de ter revelado a existência de uma rede de espionagem eletrónica por parte dos Estados Unidos, foi o convidado deste ano para a "mensagem de Natal alternativa" do Channel 4, que pretende ser o contraponto ao discurso oficial da Rainha Isabel II.

O ex-analista argumentou que os mecanismos de recolha de informação para controlo dos cidadãos narrados pelo escritor George Orwell no romance "1984" "não são nada, comparados com o que existe atualmente".

"Hoje temos sensores nos nossos bolsos, que nos seguem para qualquer lugar para onde formos. Pensem no que isto significa para a privacidade do cidadão médio", afirmou.

"Uma criança nascida hoje crescerá sem nenhum conceito de privacidade. Nunca saberá o que significa ter um momento privado para si, um pensamento que não seja analisado ou registado", sustentou.

Segundo Snowden, "isto é um problema, porque a privacidade é importante", é o que permite às pessoas determinar o que são e o que querem ser.

"Juntos podemos encontrar um melhor equilíbrio, pôr fim à vigilância em massa e recordar ao Governo que, se quer mesmo saber como nos sentimos, perguntar é sempre mais barato que espiar", defendeu.

Segundo o Channel 4, este é o primeiro discurso gravado de Edward Snowden desde que chegou a Moscovo em fuga do Governo dos Estados Unidos, que o acusa de divulgar informação confidencial e roubar propriedade governamental.

A mensagem de Snowden foi emitida uma hora depois da mensagem da Rainha Isabel II (divulgada pela BBC), na qual a monarca instou os britânicos a aproveitarem a época festiva para "fazerem uma pausa" e "refletirem".


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.