Sindicatos de professores anunciam ciclo de greves que pode ir até outubro

Sindicatos de professores anunciam ciclo de greves que pode ir até outubro

 

Lusa/AO online   Nacional   7 de Jun de 2018, 09:30

Os sindicatos da educação anunciaram esta quarta-feira um calendário de greves que se pode estender até à primeira semana de outubro, para exigir a contagem integral do tempo de serviço congelado aos professores.

Em conferência de imprensa, em Lisboa, o secretário geral da Federação Nacional dos Professores (Fenprof), Mário Nogueira, que falava em nome das 10 estruturas sindicais que convocam as greves, adiantou que a greve às avaliações, entre 18 a 29 de junho, poderá estender-se até 15 de julho, se “o problema não estiver resolvido”.

Os sindicatos admitem também, se o Governo persistir na posição de não contar todo o tempo de serviço congelado, uma greve ao primeiro dia de aulas do próximo ano letivo, a 14 de setembro, e quatro dias de greve na semana de 05 de outubro, feriado nacional que coincide com a celebração do Dia Mundial do Professor.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.