Hoje em castelo Branco

Serviço fúnebre de dez das vítimas mortais do acidente na A-23


 

Lusa/AO   Nacional   7 de Nov de 2007, 06:55

Um serviço fúnebre em memória de dez vítimas mortais do acidente que segunda-feira fez 15 mortos na auto-estrada A23 realiza-se hoje, a partir das 10:00, na Sé Catedral de Castelo Branco, precedendo os funerais de dez idosos.
Segundo fonte da autarquia de Castelo Branco, oito cortejos fúnebres têm como destino o cemitério da cidade, um funeral realiza-se em Penamacor e outro em Abrantes (Santarém).

    Terça-feira, realizaram-se os funerais de três mulheres falecidas no acidente, em Cebolais de Cima, arredores de Castelo Branco, Janeiro de Cima (Fundão) e Rosmaninhal (Idanha-a-Nova).

    Já os corpos de dois outros idosos - um homem e uma mulher que faleceram no hospital de São Francisco Xavier, em Lisboa, para onde foram transportados de helicóptero após o acidente - deverão chegar a Castelo Branco durante o dia de hoje, não existindo ainda indicação da data e local de realização dos funerais.

    A missa agendada para a Sé Catedral vai contar com a participação do coro da Universidade Sénior Albicastrense (USALBI) onde estudavam os 15 idosos - três homens e 12 mulheres - que faleceram na sequência da colisão de um veículo ligeiro com o autocarro onde seguiam.

    No serviço fúnebre da Sé Catedral está prevista a presença do ministro da Administração Interna, Rui Pereira, em representação do Governo.

    Na noite de terça-feira, 18 feridos permaneciam internados no Hospital Amato Lusitano, em Castelo Branco, oito em estado grave, um dos quais com prognóstico muito reservado, segundo o director clínico da unidade de saúde.
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.