Açoriano Oriental
Seguro pede abertura de Passos Coelho para taxar dividendos e património
O secretário-geral do PS, António José Seguro, apelou hoje ao primeiro-ministro a “voltar atrás” e aprovar as propostas socialistas que irão ser apresentadas no sentido de uma “repartição mais equitativa de sacrifícios”
Seguro pede abertura de Passos Coelho para taxar dividendos e património

Autor: Lusa/AO Online

“É altura de o governo mudar de opinião, demonstrar alguma sensibilidade social e particularmente poder dar os seus votos no parlamento às propostas do PS e eu espero que o primeiro-ministro ouça este meu apelo e de facto possa fazer uma repartição dos sacrifícios de modo mais equitativo”, afirmou António José Seguro.

O líder socialista falava à margem de uma visita que se encontra a realizar à Agrival – Feira Agrícola do Vale do Sousa a decorrer em Penafiel.

António José Seguro esclareceu ainda ter pedido hoje “ao grupo parlamentar que encontre formas eficazes, justas e equitativas que possam acompanhar este movimento europeu que está a nascer” para que de alguma forma se possam “taxar os dividendos e o património”.

“Todos os portugueses, em particular os que mais têm, têm que ser neste momento chamados a dar o seu contributo”, salientou.

 
PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.