Política

Santana Lopes satisfeito com congresso antes das directas


 

Lusa / AO online   Nacional   18 de Jan de 2010, 16:32

O ex-líder do PSD Pedro Santana Lopes considerou esta segunda-feira uma "excelente notícia" a garantia de que o congresso extraordinário se realizará antes das eleições directas, mas que disse receber sem surpresa, criticando a "desinformação" das últimas semanas.
O presidente da Câmara da Covilhã, Carlos Pinto, disse hoje ter recebido a garantia de Manuela Ferreira Leite de que o congresso extraordinário decorrerá na terceira ou quarta semanas de Março, no final de um encontro com a líder social-democrata.

Questionado pela agência Lusa, Santana Lopes, que na passada sexta-feira entregou as 2.500 assinaturas necessárias para a convocação do congresso extraordinário, disse que esta é uma "excelente notícia", mas afirmou não estar surpreendido.

"A doutora Manuela Ferreira Leite já disse qual era a sua posição. Passámos duas semanas com pessoas a lançarem para os jornais ideias falsas e contrárias a esse esclarecimento", criticou o antigo primeiro-ministro, lamentando que, durante este período, se tenha assistido às "brincadeiras de alguns senhores que passam a vida a transmitir ideias falsas".

"Vivemos no reino da desinformação, temos de ter muita calma, muita serenidade, é por isso que eu não ligo", acrescentou, criticando "pessoas" do PSD que, disse, se "entretêm a intoxicar a opinião pública com falsidades".

Quanto à data proposta pela direcção do partido para a realização do congresso extraordinário - segunda quinzena de Março - Santana Lopes, que defendera o primeiro fim-de-semana, acolheu com naturalidade.

"Eu disse sempre que não era dogmático quanto à data e que reconhecia à direcção do partido direito a ter uma margem adequada, dentro de uma certa razoabilidade", desde que o congresso decorresse antes das directas, sustentou.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.