Taça de Portugal

Santa Clara intenso elimina Marítimo da Taça de Portugal

Santa Clara intenso elimina Marítimo da Taça de Portugal

 

Susete Rodrigues   Futebol   18 de Out de 2009, 20:37

Encarnados de Ponta Delgada eliminaram o Marítimo da Taça de Portugal tendo vencido por duas bolas a uma. No Estádio de São Miguel, o Santa Clara mostrou confiança e qualidade, bem como demonstrou que as equipas da 1ª Liga não metem medo
O Santa Clara está na 4ª Eliminatória da Taça de Portugal depois de ter levado de vencida a equipa do Marítimo, por 2-1.
No Estádio de São Miguel, que apresentou uma considerável moldura humana, até se cantou o bailinho da Madeira, mas por parte dos adeptos açorianos, que se mostraram satisfeitos, não só pela vitória doSanta Clara, mas também pela forma como a equipa orientada por Vítor Pereira jogou.
O técnico pediu, os jogadores cumpriram. Ou seja, em antevisão Vítor Pereira havia pedido qualidade e confiança e, foi isso que aconteceu. Uma equipa confiante, motivada e acima de tudo certeira. Tudo isto frente a um Marítimo que pareceu um pouco descompensado em determinados momentos do jogo, pese embora ter criado uma ou outra oportunidade de golo, para além da que concretizou.
De facto a equipa da casa entrou a todo gás, e ainda não estava  jogado um minuto quando Fofana cruza para Rincón que atira ao lado.
O golo surge aos sete minutos, por Leandro Tatu, na sequência de um livre apontado por Gabi. Tatu cabeceou sem qualquer marcação.
O Marítimo respondeu com remate de Djalma, mas era o Santa Clara que comandava o jogo. Procurando o segundo golo, Stopira do lado esquerdo atira ao segundo poste e Marcelo teve a defesa do jogo.
A equipa da casa jogava com muito à-vontade, enquanto os madeirenses tentavam equilibrar o jogo, mas quer as investidas de Manú e de Paulo Jorge não foram eficazes.
O jogo continuava vivo, mais repartido, e, em cima do intervalo, Stopira viria a evitar o golo do adversário, mesmo em cima da linha, num lance em Baba remata mal e a bola ressalta.
Na segunda parte, os visitantes começaram com Baba a cabecear por cima da trave, mas só o Santa Clara seguro de si, chegou aos 2-0, à passagem do minuto 48, por Oliveira. O lance começa com Fofana, ainda no meio campo, a passar para Oliveira encher o pé e marcar.
Aos 52 minutos, o Marítimo fica reduzido por expulsão de Cardozo, por agressão a Hernâni.
O Marítimo viria a marcar aos 84 minutos, numa desatenção  do Santa Clara, com Djalma a iniciar rápido o contra ataque e Baba, isolado fez o golo.
A equipa da casa fez o que  lhe cabia, até ao final do jogo procurou ainda o terceiro golo, mas não o conseguiu e ficou reduzida após expulsão de NunoSantos pelo segundo amarelo.
O trio de arbitragem nem sempre esteve bem.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.