Açoriano Oriental
I Liga
Santa Clara com melhor classificação e pontução de sempre

O Santa Clara conseguiu a melhor classificação e pontuação de sempre na I Liga portuguesa de futebol, ao terminar a prova no nono lugar, com 43 pontos, rumo a inédita terceira presença consecutiva.

Santa Clara com melhor classificação e pontução de sempre

Autor: Lusa/AO Online

Na quinta presença entre os ‘grandes’, após 1999/2000, 2001/02, 2002/03 e 2018/19, os comandados de João Henriques, que depois de duas épocas vai deixar o comando da equipa, subiram uma posição e um ponto em relação à época passada.

No total, o Santa Clara somou 11 vitórias, as mesmas da época passada, 10 empates e 13 derrotas, tendo marcado 36 golos e sofrido 41, o seu melhor registo defensivo de sempre.

Naquela que se tornou uma época tranquila, o Santa Clara fechou a prova pela primeira vez na primeira metade da tabela e bem longe da ‘linha de água', tendo o objetivo da manutenção sido matematicamente alcançado a três jornadas do fim.

O cumprimento dos objetivos deveu-se muito à prestação da equipa na segunda volta, que os açorianos arrancaram com quatro vitórias consecutivas (em Famalicão, com Paços de Ferreira, no reduto do Belenenses SAD e perante o Tondela).

Com sete vitórias, cinco empates, cinco derrotas, para um total de 26 pontos, a segunda volta da temporada 2019/20 foi também a melhor volta conseguida pela equipa em cinco presenças na divisão principal.

No fecho da primeira volta, o Santa Clara encontrava-se apenas três pontos acima da ‘linha de água’, tendo tido, entre outubro e dezembro, o pior registo da temporada com sete jogos seguidos sem vencer (três empates e quatro derrotas).

Foi nessa fase, mais precisamente à 14.ª ronda, que a equipa sofreu o resultado mais pesado da época, uma derrota por 4-0 frente ao Sporting, no Estádio de São Miguel.

O resultado mais folgado da equipa foi a vitória por 3-0 frente ao Desportivo das Aves, em 14 de julho, à 32.ª ronda, e o momento alto aconteceu na ronda 28, com o triunfo por 4-3 no Estádio da Luz, frente ao então líder Benfica.

O avançado brasileiro Carlos Jr. foi o jogador mais utilizado pelos açorianos, e entrou mesmo na lista restrita de cinco futebolistas que participaram nas 34 jornadas da prova, tendo sido também o melhor marcador da equipa, com sete golos, mais um do que o compatriota Thiago Santana.

O centrais João Afonso (33 jogos) e Fábio Cardoso (30) e o guarda-redes Marco (31) foram igualmente esteios do conjunto açoriano.

Num campeonato marcado pela pandemia da covid-19, o Santa Clara teve de jogar os últimos cinco jogos caseiros na Cidade do Futebol, em Oeiras.


 
PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.