RTP recebeu 235 candidaturas ao plano de rescisões


 

Lusa/AO Online   Economia   2 de Nov de 2009, 17:01

A administração da RTP recebeu, até sexta-feira, 235 candidaturas ao programa de rescisões lançado a meio de Outubro, sendo que o número de saídas só será determinado no final deste mês, disse hoje à Lusa fonte da empresa.

Os pedidos partiram de trabalhadores de todas as áreas da empresa, tendo a maior parte sido candidaturas a pré-reformas, mas nem todos serão aceites.

Até final de Novembro, a administração irá fazer uma escolha dos candidatos quer por uma questão de necessidade de manter os profissionais em certas áreas quer por se tratar de um investimento muito grande, remetendo para essa altura o valor a gastar com o plano de saídas.

Aproveitando os resultados positivos das contas da empresa registados até Setembro deste ano, a RTP abriu um processo de rescisões voluntárias de contratos de trabalho oferecendo um mês e meio de salário por cada ano de trabalho até um máximo de 150 mil euros por funcionário. No caso das pré-reformas, o valor oferecido foi de 80 por cento do salário bruto até à reforma.

Actualmente a RTP conta com cerca de 2400 funcionários.

Segundo a administração, a RTP vai ter em 2009 um resultado operacional positivo pelo quinto ano consecutivo.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.