"Romeu" transmontano entre os melhores do mundo


 

Lusa/AO online   Nacional   8 de Nov de 2008, 10:18

O azeite produzido há várias gerações num lagar tradicional da quinta do Romeu, em Mirandela, foi considerado um melhores do mundo em duas conceituadas publicações da especialidade.
  "Não é de agora que é bom", garante João Pedro Meneres, o gerente da sociedade familiar Clemente Meneres, que leva já quatro gerações a produzir o azeite que agora é reconhecido mundialmente. O "Romeu" foi eleito para os 15 melhores do mundo pelo guia anual italiano "Extra Virgem", da Cucina & Vini Editrice.

    Segundo explicou à Lusa, João Pedro Meneres, um painel de provadores prova cerca de três mil azeites de 14/15 países, selecciona e publica os trezentos melhores e destes elege os 15 melhores do mundo por categoria. O azeite transmontano "Romeu" destaca-se na categoria sistema de lagar tradicional.

    Também a conceituada revista goumert alemã "Der Feinschmecker" colocou o "Romeu" no seu Top Ten mundial, ou seja nos dez melhores azeites do mundo.

    Há quatro gerações que este azeite é produzido a partir dos extensos olivais da família Meneres, em Trás-os-Montes, e no lagar tradicional da quinta. "É tudo biológico", garante João Pedro Meneres.

    Durante décadas, o azeite do Romeu foi receitado pelos médicos aos seus pacientes por ser um produto saudável, sobretudo pelo baixo grau de acidez.

    A complexidade de aromas e sabores foram, na opinião do gerente da sociedade familiar, os factores que conquistaram o mundo e a prova é que chega a países tão longínquos como a Nova Zelândia. Exportam vinte mil litros por ano exclusivamente para lojas gourmet da Europa ao Brasil, Canadá, Japão ou Hong Kong.

    Em Portugal é vendido no mesmo tipo de lojas.

    João Pedro começou por levar o "Romeu" a feiras em Londres, Nova Iorque, Paris, Espanha, até que chamou a atenção dos especialistas.

    "Puro como Deus o deu", lê-se no rótulo das elegantes garrafas que transportam este azeite, um dos atractivos de um dos restaurantes típicos transmontanos, o "Maria Rita", propriedade da família Meneres.

    Os pratos típicos de bacalhau são regados com o "Romeu", presença obrigatória nas entradas para molhar o pão, acompanhado das azeitonas ao natural ou em pasta.

    O azeite "Romeu" só ainda não tem a "Julieta" que o vinho, marca também da família, já conquistou e que já chega às meses de vários países nas versões tinto (Romeu) e branco (Julieta).

   

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.