Açoriano Oriental
Ribeira Grande acolhe novos investimentos sustentados pela geotermia

O município da Ribeira Grande vai receber nos próximos tempos um conjunto de investimentos que em comum têm a ligação à geotermia, através da qual será possível aproveitar o calor da terra para produção de energia e outras mais-valias.



Ribeira Grande acolhe novos investimentos sustentados pela geotermia

Autor: Susete Rodrigues/AO Online

A EDA Renováveis vai investir em mais seis novos poços que vão permitir aumentar de 38 para 51% a energia geotérmica na ilha de São Miguel até ao ano de 2025, anunciou Carlos Bicudo, administrador da EDA Renováveis, durante o webinar promovido pela autarquia e destinado ao debate da temática “O potencial da geotermia na Ribeira Grande", indica nota de imprensa da autarquia.

Projetado para aproveitar o calor geotérmico, o hotel “Água de Fogo” vai permitir quebrar a sazonalidade na procura turística e permitir novos fluxos de turistas que procuram experiências únicas. O hotel terá quarenta e cinco quartos e disponibilizará trinta experiências termais, revelou Diogo Batista, promotor do projeto. A empreitada está prevista começar no segundo semestre de 2021.

Ainda na área da geotermia, a Câmara da Ribeira Grande prepara-se para avançar com o Centro Interpretativo da Geotermia, projeto a cargo do arquiteto Filipe Carneiro, espaço que pretende ser um equipamento didático e direcionado para os mais jovens com o propósito de explicar o fenómeno.

O debate foi moderado pelo presidente da autarquia, Alexandre Gaudêncio, que salientou a “importância da geotermia para o concelho e o potencial existente que permitem aproveitar o calor geotérmico para outros fins que não apenas o da energia".


Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.