Revista de imprensa nacional


 

Lusa/AO   Nacional   12 de Nov de 2007, 05:31

A campanha do Governo para aumentar o número de famílias de acolhimento de crianças desprotegidas, o julgamento de seis estudantes por praxes violentas e as queixas retiradas pelo casal Pinto da Costa fazem hoje as manchetes dos matutinos.
O Público escreve "Governo quer mais famílias a acolher crianças desprotegidas", explicando que o Executivo se prepara para lançar uma campanha para promover o acolhimento de menores, dando formação às famílias que receberão cerca de 300 euros por criança.

    O jornal destaca ainda "O pior Sporting da época em Braga" e as eleições no Paquistão marcadas para 09 de Janeiro pelo presidente Musharraf.

    O Jornal de Notícias (JN) puxa para chamada principal da primeira página o julgamento em Fevereiro de seis jovens da Escola Superior Agrária de Santarém envolvidos em praxes violentas.

    O Ministério Público acusa os seis jovens de um crime de ofensas à integridade física agravada a uma colega, que cinco anos depois dos acontecimentos vê o processo chegar a tribunal.

    A acção judicial que dezenas de oficiais da GNR vão lançar contra o próprio Comando da Guarda, no sentido de fazer parar uma requisição de oficiais ao Exército, o encerramento de um lar de idosos em Alcanena e a preparação em voo real dos pilotos da Empresa de Meios Aéreos são outros assuntos em destaque no JN.

    O Correio da Manhã (CM) adianta que o presidente do FC Porto, Pinto da Costa, e Filomena Morais só avançaram para o casamento depois de terem apresentado mutuamente a desistência de vários processos em tribunal.

    "Casamento acaba com 20 queixas", titula o CM, adiantando que quando casaram pela segunda vez há menos de um mês, Pinto da Costa e Filomena Morais não tinham qualquer acção judicial a correr.

    "Águias goleiam e ganham pontos a Sporting e FC Porto", "Professores com pensão média de 2.450 euros" e" Menina de 14 anos violada pelo pai desde os oito" são outros títulos na capa do CM.

    O Diário de Notícias (DN) faz manchete com o protocolo a assinar quinta-feira entre o Governo e as associações de veteranos de guerra que permitirá a essas organizações fazer o despiste do chamado stress de guerra.

    O protocolo é assinado um mês após a publicação do diploma que incluiu os distúrbios pós-traumáticos de stress (DPTS) na Tabela Nacional de Incapacidades, refere o jornal.

    O DN titula ainda "Amigo dos McCann denuncia lóbi da família", "Pneumonia mata seis mil" e "Mar Negro em perigo".

    O matutino destaca também a vitória do Benfica sobre o Boavista, adiantando que dois golos encarnados em quatro minutos "foram fundamentais para uma vitória histórica sobre o Boavista", goleado no estádio da Luz por 6-1.

    O mesmo assunto é destacado pelo 24horas que escreve "Benfica bate recorde de golos no novo Estádio da Luz" Na manchete, o jornal diz que "anda um pedófilo ao ataque nos jardins de Lisboa" e que a polícia já tem fotografia do "predador que persegue crianças".

    A localização de poços de petróleo no Brasil é hoje o tema principal dos jornais económicos que destacam os efeitos da descoberta no futuro da empresa portuguesa Galp.

    "Galp ataca novos poços de petróleo no Brasil e Angola", escreve o Diário Económico (DE), acrescentando que, depois da descoberta de novas jazidas de crude em Tupi, a petrolífera portuguesa vai concorrer a mais 268 blocos este ano.

    O Jornal de Negócios (JdN) refere que a descoberta de poços de petróleo no Brasil fez disparar as acções da Galp em 41 por cento e acrescenta que o poço localizado na Baia de Santos é suficiente para satisfazer o consumo nacional de seis anos.

    "Bruxelas facilita baixa de impostos em Portugal em 2009" (DE) e "Finanças aceleram penhora de acções, contratos de leasing e aviões"(JdN), titulam ainda os jornais.

    O Benfica, por força da goleada imposta ao Boavista (6-1), do empate do FC Porto na Amadora (2-2) e da derrota do Sporting em Braga (3-0), ocupa hoje as manchetes dos jornais desportivos.

    “Porto aqui tão perto” foi o título escolhido pelo Record, para sublinhar o facto do Benfica ter reduzido para quatro pontos a distância que o separa do FC Porto, líder do campeonato, que não conseguiu melhor que um empate.

    O Jogo decidiu fazer contas e chegou à conclusão de que a “Águia conquista oito pontos”, graças aos golos apontados por Nuno Gomes (2), Cardozo, Maxi Pereira, Cristian Rodriguez e Ricardo Silva, na própria baliza.

    “Noite à Benfica” é a manchete de A Bola, que fala ainda de uma “goleada das antigas” e destaca o facto dos rivais dos “encarnados” terem perdido pontos.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.