Revista de imprensa nacional


 

Lusa/AO Online   Nacional   2 de Out de 2010, 07:32

As medidas de austeridade anunciadas pelo Governo e os seus efeitos na vida dos cidadãos dominam as páginas dos jornais de hoje com o Expresso a apresentar uma sondagem onde o PSD passa à frente do PS.

Segundo o semanário, na primeira sondagem feita depois de anunciadas as medidas do OE para 2011 o “PSD passa à frente do PS”, referindo que os “portugueses não gostam das medidas mas querem Orçamento aprovado”.

O jornal indica ainda que os ministros foram apanhados de surpresa e que o primeiro ministro insiste no TGV e na terceira travessia do Tejo e que os sociais democratas têm um plano alternativo sem subir impostos.

A justiça é o sector escolhido para título de primeira página no Correio da Manhã, Jornal de Notícias e Diário Económico.

“Polícias, juízes e professores com promoções congeladas”, escreve o JN, enquanto o Correio da Manhã diz que a “crise congela a Justiça” ficando “travadas as carreiras dos juízes, procuradores, militares e forças de segurança.

O Diário Económico escreve que os magistrados, militares e diplomatas também ficam impedidos de progredir na carreira em 2011 e que “mais de metade dos contribuintes não paga IRS”

O Diário de Notícias destaca também as medidas de austeridade do governo, escrevendo que o “corte de salários a 25 mil médicos vai agravar a fuga para os privados”.

O jornal faz ainda uma referência às eleições no Brasil, titulando “o país que Lula deixa aos brasileiros e ao mundo”.

“Portugueses são quem vai apertar mais o cinto na Europa logo a seguir aos gregos” é o título de primeira página do Público, indicando que as ajudas de custa e subsídios de transporte no Estado vão ter cortes até 20 por cento.

As eleições de domingo no Brasil são também tema de primeira página sob o título “o Brasil a caminho do pós-Lula”.

“Choque salarial, porta aberta a cortes nos ordenados dos privados” é o titulo da edição de fim de semana do jornal i.

Na imprensa desportiva, o destaque vai para o avançado do Benfica Kardec que A Bola diz ser “a nova ameaça” para o jogo com o Sporting de Braga e para a convocatória por parte de Paulo Bento do médio do Toulouse Paulo Machado para a seleção.

O Record titula que Costinha “impõe as suas leis”, indicando que o diretor desportivo do Sporting aplicou novas regras, das quais se destaca o facto de os jogadores não poderem ler jornais.

O jornal sublinha ainda a titularidade de Alan Kardec no jogo do Benfica frente ao Braga.

“Foi macumba” é o grande titulo de O Jogo sobre o facto de Fábio Paim, antigo extremo do Sporting, ter adivinhado que Salomão ia marcar um golo no jogo contra o Levsky de Sofia.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.