Açoriano Oriental
Revista de imprensa nacional
A hipótese dos passes sociais aumentarem 8,3 por cento, o encontro entre actual e futuro presidente dos Estados Unidos e a intenção dos professores de rasgar o acordo com o governo, são hoje destaques da imprensa de Lisboa.

Autor: Lusa/AO
O encontro entre o actual presidente norte-americano, George Bush, e o futuro, Barack Obama, segunda-feira na Casa Branc,a merece destaque no Público, que titula: "Obama já condiciona agenda de Bush".

    Tal como o Público, o Diário de Notícias publica uma fotografia dos dois presidentes, adiantando em rodapé que só o fotógrafo da Casa Branca presenciou o encontro dos dois políticos na Sala Oval.

    Neste jornal lê-se também que os passes sociais estão em risco de subir 8,3 por cento em Janeiro e que a suspensão do seu valor, decidida pelo governo, já custou 600 milhões de euros.

    "Partidos vão ter contas vigiadas já no próximo ano" é outra notícia do diário, que coloca ainda na capa a crítica do deputado socialista Manuel Alegre à ministra da Educação, após a manifestação de professores realizada sábado.

    O Público salienta a informação de que o Estado levantou 300 milhões de euros do BPN em Agosto, numa altura em que o banco estava insolvente.

    Este jornal realça ainda os títulos "Médicos contratados à hora com novas regras" e "Um comprimido por dia poderá prevenir AVC (Acidente Vascular Cerebral)”.

    "Professores querem rasgar acordo com o Governo" diz o título principal do Jornal de Notícias, acrescentando que movimentos independentes insistem na denúncia do memorando assinado em Abril.

    O jornal frisa também que a Comissão Europeia pretende que Portugal capture menos 22 mil toneladas de carapau.

    A hipótese dos passes sociais aumentarem é também noticiada pelo diário, que também recorda a vitória do Benfica e do Nacional nos jogos realizados segunda-feira para a Taça de Portugal.

    O Correio da Manhã anuncia "Escândalo na Câmara de Lisboa", referindo que "201 avençados custam 3,8 milhões" de euros.

    O diário adianta que o Tribunal de Contas lançou uma auditoria aos assessores da autarquia.

    O ataque, segunda-feira, com gás lacrimogéneo na escola EB 2,3 Cardoso Lopes, na Amadora, surge igualmente na capa do jornal, que também salienta o que afirma ser um castigo imposto pela Liga ao árbitro Bruno Paixão - dois jogos de suspensão - por "erros" no jogo Sporting - FC Porto, realizado domingo para a Taça de Portugal.

    "SMS apela aos professores para lançarem o caos no ensino" escreve o 24horas, adiantando que os sindicatos desconfiam que as mensagens de telemóvel postas a circular têm origem no próprio Ministério da Educação.

    O Diabo destaca uma entrevista com o politólogo Rui Albuquerque, que defende: "A crise que vivemos é a crise do estatismo e não do capitalismo".

    O jornal cita também declarações do presidente da Associação Comercial do Porto, Rui Moreira, de acordo com o qual "O Banco de Portugal devia ser extinto e o governador ir já para a rua".

    "Farmacêuticas não descem preço dos medicamentos" escreve em manchete o Diário Económico, que ainda destaca a informação de que a Zon vai concorrer sozinha ao quinto canal de TV.

    O Jornal de negócios diz que os fundos imobiliários do BPN podem estar sobreavaliados e, noutra notícia, refere que o governador do Banco de Portugal está "em xeque" e que a oposição voltou a pedir a sua demissão.

    A prestação do argentino Pablo Aimar no Benfica-Desportivo das Aves de segunda-feira, a contar para a Taça de Portugal, e que terminou com o triunfo dos “encarnados”, surge hoje em destaque na imprensa desportiva.

    “Aimar - a magia continua” titula A Bola, sobre foto do futebolista argentino a conduzir uma jogada, referindo que “Depois do passe de letra de Guimarães, “El Diez” voltou a encantar”, desta vez com um passe de calcanhar que possibilitou a Maxi Pereira marcar o terceiro golo, num jogo em que “Benfica segue em frente na Taça sem dificuldades”

    O matutino destaca ainda que “queixa muscular afastou Liedson dos ‘penalties’” no Sporting-FC Porto da Taça, no qual os “leões” foram eliminados, e anuncia que no Estrela da Amadora “funcionários e jogadores pedem a Lito para ficar”, depois do treinador ter anunciado a demissão no domingo, após eliminar a Académica em Coimbra (0-1).

    O Jogo analisa a nova táctica usada por Quique Flores no Benfica-Desportivo das Aves e comenta que “Losango liberta Aimar”, com imagem do jogador a rematar à baliza adversária.

    Sobre o jogo, o matutino diz apenas que “David Luiz jogou 23’”, num regresso à competição após longa lesão.

    O jornal diz que a arbitragem de Bruno Paixão no Sporting-FC Porto “abre guerra entre a APAF [Associação dos Árbitros] e Paulo Bento”, que fez críticas duras ao juiz setubalense.

    O Record destaca “Toques de génio”, comentando que “depois da ‘letra’ em Guimarães, ontem Aimar ofereceu golo de calcanhar”, indicando que “Benfica arruma Aves em meia hora”.

    O jornal diz que “Bento acalmou Postiga”, referindo que o técnico teve de serenar os ânimos no túnel do estádio de Alvalade XXI, depois do Sporting-FC Porto, tendo Hélder Postiga (ex-FC Porto) sido um dos jogadores mais exaltados com a arbitragem de Bruno Paixão.

    O Record anuncia ainda que “FC Porto e Boavista” querem revisão do processo Apito Dourado, na sequência da decisão do Supremo Tribunal Administrativo que mandou retirar as escutas telefónicas no processo ao presidente da União de Leiria.
 
PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.