Revista de imprensa nacional


 

Lusa/AO online   Nacional   5 de Out de 2007, 09:32

A perda de confiança da ex-provedora da Casa Pia Catalina Pestana no socialista Paulo Pedroso, e a intenção de Luís Filipe Menezes de formar um governo sombra fazem manchete de destaque na imprensa de hoje.
    O semanário Sol publica uma extensa entrevista com a Catalina Pestana - cinco meses depois da responsável deixar a liderança da Casa Pia.

    Catalina Pestana afirma que "de início" começou por acreditar na inocência de Paulo Pedroso, mas "mudou de opinião".

    Refere ainda que a revisão das leis penais "foi o resultado" do caso Casa Pia, onde, segundo afirma, ainda "existem abusadores" e onde as redes de pedofilia continuam a "usar os miúdos para abusos sexuais".

    O Procurador-geral já abriu um inquérito, iniciando-se o processo Casa Pia II, destaca o Sol.

    O semanário Sol destaca ainda a imagem de Luís Felipe Scolari, que foi "expulso" da publicidade da Caixa Geral de Depósitos na sequência da agressão do seleccionar a um jogador sérvio.

    O ex-primeiro-ministro do PSD Santana Lopes aceitaria um convite do novo líder do partido Luís Filipe Menezes para liderar a bancada parlamentar, mas este não quer ouvir falar nisso, destaca também o Sol.

    O semanário Expresso destaca que o recém-eleito líder do PSD vai formar um governo-sombra, e que já tem um projecto de revisão constitucional.

    Luís Filipe Menezes quer criar um grupo estratégico para "pensar Portugal a 10 ou 20 anos", adianta o Expresso, que diz que o líder derrotado Marques Mendes "não se vai reformar da política".

    O jornal destaca ainda o afastamento de Gonçalo Amaral da Direcção da Polícia Judiciária, referindo que o responsável regressava de Huelva quando soube que estava afastado do comando do caso Maddie, a menina britânica desaparecida no Algarve.

    No caderno de Economia, o Expresso destaca que "em 2006, o ministro da Economia fixou um limite para as tarifas eléctricas e o regulador bateu com a porta. Desta vez não será preciso, a EDP ajuda".

    O Expresso refere que governo deverá usar quase metade do pagamento da extensão dos contratos de concessão das barragens da EDP para amortizar o défice tarifário.

    Em causa estão cerca de 400 milhões de euros, que ajudarão o ministro da Economia a resolver vários problemas.

    O Diário de Notícias faz manchete com um alerta da CIA à Europa contra um atentado da Al-Qaida.

    Londres, Paris e cidades não identificadas em Itália e Alemanha são os locais apontados pela CIA como potenciais alvos de "atentados suicidas ou com explosivos" da Al-Qaida ainda durante este mês.

    Segundo o diário, a ameaça foi comunicada pelos serviços secretos norte-americanos aos seus homólogos europeus a partir da intercepção de um e-mail enviado a Salah Gasni, líder da rede terrorista no Magrebe.

    "Assistentes sociais de fora nas contratações da saúde", destaca ainda o Diário de Notícias que refere que as administrações de hospitais e centros de saúde não sabem como empregar os funcionários que não estão discriminados na nova lei.

    Uma notícia confirmada ao Diário de Notícias pelo director executivo da petrolífera iraniana NIOC: "O Irão convida a GALP para explorar gás".

    O ministro dos Negócios Estrangeiros português, Luís Amado, Mostrou-se optimista na aprovação do Tratado Europeu em Lisboa, destaca ainda o DN.

    O Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva, fala hoje de educação, segundo o Diário de Notícias, que diz ser esse o tema escolhido para o discurso deste ano da cerimónia de 05 de Outubro.

    O diário Público faz manchete das lista de espera do Serviço Nacional de Saúde e destaca que o tempo de espera para uma consulta de oftalmologia é de um ano e meio.

    Quem tinha as dívidas fiscais no final de 2006, mas entretanto liquidou o débito, vai ficar sem possibilidade de acesso a benefícios fiscais, salienta o Público.

    Em manchete também no Público: A corrupção. O pacote de leis anticorrupção de João Cravinho ainda provoca incómodo no Partido Socialista.

    Cravinho afirmou que o mal-estar gerado pelo debate sobre a corrupção foi um dos "piores choques da sua vida".

    O presidente do grupo parlamentar, Alberto Martins, acusa o ex-deputado de distorcer a verdade e de ignorar as leis entretanto aprovadas.

    O ciclo de subidas das taxas de juro merece também destaque no Público, que afiram que o Banco Central Europeu poderá ter dado por concluído esse ciclo.

    O Jornal de Notícias destaca os protestos da população de Silves contra a instalação de cabos eléctricos de alta tensão.

    Dez novas barragens hidroeléctricas vão custar mil milhões, refere o Jornal de Notícias que avança que estão previstas seis para a bacia do Douro e as restantes para Tejo, Vouga e Mondego.

    "A25 acaba com pesadelo da estrada da morte. Registada uma vitima mortal desde que IP5 foi transformado em auto-estrada há um ano. Melhorias ajudam a diminuir a sinistralidade no IP4, que continua a ser via mais perigosa", titula o Jornal de Notícias.

    O 24 horas faz título com a nova namorada de Luís Filipe Menezes: Teresa Moas, 40 anos, engenheira e há vários anos directora da divisão de transito da Câmara Municipal de Gaia.

    "O político pôs um ponto final no seu casamento de 27 anos e agora vive um novo amor com Teresa Moas", destaca o 24 horas, segundo o qual "o núcleo duro de Menezes já priva" com a namorada.

    O Record faz manchete com Vukcevic, que "ganha duelo a Izmailov". O jornal comenta que "o lugar é dele".

    Leitores e especialistas dão razão às últimas escolhas de Paulo Bento, destaca o Recorde.

    O Record titula ainda que "assobios não afectam Cardoso", e que "Petit volta com Taça da Liga".

    Os "Assobios não me preocupam!" é a manchete de O Jogo, que tem em subtítulo "Cardoso sabe que crise se resolve com golos e é frontal".

    Águia até Março para assegurar o esquerdino, e "Benfica vai exercer opção de compra de Rodriguez".

    Leo confirma renovação por dois anos, e Camacho debateu derrota no relvado, destaca ainda O Jogo.

    O grito de revolta de Óscar Cardoso: "Quero golos já em Leiria", é a manchete de A Bola.

    Castigo de Scolari reduzido para três jogos, titula também a Bola, notícia referida hoje em toda a imprensa.
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.