Açoriano Oriental
Requerida insolvência culposa da empresa municipal Azores Parque

O banco Santander requereu em tribunal a insolvência culposa da antiga empresa municipal de Ponta Delgada.

article.title

Foto: Eduardo Resendes
Autor: Paula Gouveia

O banco Santander é o maior credor da Azores Parque e reclama o pagamento de uma dívida de 7,5 milhões de euros. Nuno Casanova, presidente da comissão de credores da Azores Parque e representante do Santander, explica, em declarações à Antena 1/Açores, que, isso significa que “a insolvência foi agravada pelos seus representantes, designadamente ou porque foram efetuados negócios ruinosos, ou porque foi incumprido o dever de apresentação da insolvência - a empresa devia ter apresentado insolvência e não apresentou, prejudicando os credores”, sublinhou o representante das empresas às quais a Azores Parque deixou dívidas por pagar.


Ler mais na edição desta sexta-feira, 31 janeiro 2020, do jornal Açoriano Oriental


Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.