Media

Região admite recorrer aos tribunais para manter RTP/Açores nas condições actuais

Região admite recorrer aos tribunais para manter RTP/Açores nas condições actuais

 

Lusa/AO online   Regional   21 de Set de 2011, 14:44

O Governo dos Açores admite a possibilidade de recorrer aos tribunais para assegurar a manutenção do serviço público de televisão no arquipélago nos termos em que actualmente existe, reafirmando que rejeita a redução da programação a quatro horas diárias.
“Vamos continuar a opor-nos ao que foi anunciado e admitimos estudar a possibilidade de recorrer aos tribunais para garantir este direito dos açorianos”, afirmou o secretário regional da Presidência, André Bradford.

André Bradford, que falava no final de uma reunião, em Lisboa, com o secretário de Estado Adjunto do Ministro Adjunto e dos Assuntos Parlamentares, Feliciano Barreiras Duarte, lamentou que “quem tem que decidir não atenda as razões dos açorianos”.

“Não obtivemos nenhuma resposta do secretário de Estado”, frisou André Bradford, acrescentando que pediu informações sobre as medidas que estão previstas para a RTP/Açores no quadro da contenção de custos da RTP, sobre os custos actuais deste centro regional e sobre o montante da poupança que seria obtida com a redução da emissão para quatro horas diárias.

“Nada nos foi dito sobre isto, não foi adiantado nenhum detalhe”, afirmou o secretário regional da Presidência do Governo dos Açores.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.