Qualificação para o Mundial de 2010

Queiroz quer equipa responsável e madura frente a Malta

Queiroz quer equipa responsável e madura frente a Malta

 

Nuno Filipe Ortega, LUSA/AO   Futebol   5 de Set de 2008, 18:31

O seleccionador nacional, Carlos Queiroz, disse que quer uma equipa responsável e madura frente a Malta, no primeiro encontro da fase de qualificação para o Mundial2010 de futebol.
O encontro de Portugal frente a Malta joga-se sábado, às 20:00 locais (19:00 em Lisboa), no Estádio Nacional, em Ta’Qali, sendo esperadas temperaturas à volta dos 30 graus e uma humidade de 76 por cento.

    “Nestas condições ou noutras, a equipa tem de ser responsável. Há que ter maturidade e grande responsabilidade para saber o que fazer, como fazer e quando fazer. O grande teste à qualidade dos nossos jogadores é saber fazê-los perceber quando têm de utilizar essa qualidade ao serviço da selecção”, disse Queiroz.

    Numa sala que mais parecia uma sauna, Carlos Queiroz aproveitou para gracejar, dizendo que a conferência de imprensa se realizava ali para os jornalistas perceberem como era jogar nestas condições.

    “A humidade é sempre um desgaste muito importante. O relvado (alto e seco) vai ser igual para todos. Temos de tirar vantagem da nossa habilidade”, considerou Queiroz.

    O seleccionador luso diz que é “necessária concentração absoluta desde o primeiro minuto” e quer “um futebol entusiástico, de ataque”, sendo que “o importante é marcar o primeiro golo e só depois procurar os seguintes”.

    Em relação à preparação para este encontro, Queiroz referiu que “não podia pedir mais” aos jogadores e que “a semana decorreu com bastante intensidade e com grande entusiasmo”.

    “Acho que fizemos tudo o que era necessário fazer. O ponto de partida é consolidar o que de bom foi feito nos últimos anos. É tempo de ser diferente e comigo vai ser. De 2008 para 2010 temos problemas novos e de arranjar soluções novas”, afirmou.

    Para o futuro, Carlos Queiroz diz que o seu objectivo é perceber porque é que Portugal “já teve grandes equipas e nunca chegou lá (aos grandes títulos)”.

    “Já tivemos grandes equipas, nunca chegámos lá. Cabe-me a mim saber o porquê e tentar chegar lá”, referiu.

    Em relação ao jogo de sábado, Queiroz espera ter a equipa toda em condições e refere que deverá manter “70 a 80 por cento dos jogadores” que golearam as Ilhas Faroé (5-0).

    Questionado sobre a ausência de Ricardo e sobre as críticas de Vítor Baía ao ex-seleccionador Luiz Felipe Scolari, Carlos Queiroz disse que, "por respeito à selecção de Malta", não faria qualquer comentário, mas que, em Portugal, poderia responder.

    A selecção portuguesa defronta a sua congénere de Malta sábado, às 20:00 locais (19:00 em Lisboa), em encontro do grupo 1 da fase de apuramento para o Mundial2010, que será dirigido pelo holandês Bernie Raymond Blom.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.