Quarenta e um técnicos em funções no ISSA queixam-se de discriminação

Quarenta e um técnicos em funções no ISSA queixam-se de discriminação

 

Paula Gouveia   Regional   26 de Mar de 2019, 09:03

Numa carta enviada aos deputados, expõem a situação de "discriminação" que resulta do facto de terem sido colocados no Instituto da Segurança Social dos Açores através das IPSS e reivindicam a equiparação remuneratória à Função Pública

Estão em funções, “há mais de dez anos”, no Instituto de Segurança Social dos Açores (ISSA), em Ponta Delgada, 41 técnicos de Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS), auferindo salários das tabelas remuneratórias das IPSS, inferiores às dos funcionários públicos.

“Desempenhamos as nossas funções no ISSA, respondemos hierarquicamente e seguimos orientações dos superiores do ISSA, em tudo igual aos nossos colegas que são funcionários públicos e que se encontram no mesmo gabinete ao nosso lado, a desempenharem as mesmas funções”, explicam os técnicos numa carta enviada aos deputados açorianos.


Ler mais na edição desta terça-feira, 26 março de 2019, jornal Açoriano Oriental



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.