Telecomunicações

PT lidera subidas em bolsa na véspera do spin-off da PTM


 

Lusa / AO online   Economia   6 de Nov de 2007, 16:09

A Portugal Telecom (PT) esteve  em alta acentuada na bolsa de Lisboa, na véspera da concretização do spin-off da PT Multimédia, tendo chegado a máximos de 2001 e fechado a subir 3,26 por cento, para 9,5 euros.
A PT liderou as valorizações na praça portuguesa, no dia em que a operadora presidida por Henrique Granadeiro recebeu recomendações favoráveis por parte da UBS e do Citigroup.

Enquanto a primeira reviu em alta a recomendação sobre os títulos da PT, de neutral para comprar, ajustando o preço-alvo para 10,2 euros (sem PTM), o banco norte-americano (que tem uma recomendação de compra para a PT) subiu o preço-alvo da acção de 9,61, para 10,4 euros.

Os resultados trimestrais da Vivo (lucros de 1,74 milhões de euros, que comparam com um prejuízo homólogo de 77,8 milhões de euros), considerados fortes por vários analistas, também suportaram a PT, que hoje transaccionou mais de 14 milhões de títulos.

Pelo contrário, a PT Multimédia voltou às quedas, registando a maior desvalorização do PSI 20, de menos 1,08 por cento, para 9,2 euros.
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.