Eleições

PS, PSD e PAN a norte, CDS-PP reúne-se em Lisboa para avaliar caso de Tancos


 

AO Online/ Lusa   Nacional   28 de Set de 2019, 11:59

O PS, PSD e PAN arrancam este sábado o sétimo dia de campanha a norte, enquanto o CDS-PP reúne a comissão política do partido para analisar o despacho de acusação do Ministério Público sobre o processo de Tancos.

Depois de três dias marcados pela acusação do processo de Tancos, na qual um dos acusados pelo Ministério Público é o ex-ministro da Defesa Azeredo Lopes, com trocas de acusações entre os líderes do PS e do PSD, o CDS-PP convocou uma reunião da direção do partido para, em Lisboa, analisar os desenvolvimentos do caso.

Na quinta-feira foi conhecido o despacho de acusação do Ministério Público, que acusa 23 arguidos, nove pelo furto, e 14 pela operação de encenação da Polícia Judiciária Militar para recuperar o material furtado.

Depois de uma conferência de imprensa para apresentar as conclusões da reunião, Assunção Cristas retoma a jornada eleitoral com um almoço na Associação Pombal XXI, em Oeiras. A caravana centrista segue para uma visita à esquadra da PSP da Mina, na Amadora, e termina com um jantar em Albergaria-a-Velha.

O secretário-geral do PS, António Costa, começa com um périplo pela cidade de Braga para contactar com a população, durante a manhã, segue para um almoço/comício em Vila Nova de Famalicão, participa nas Festas de São Miguel, em Cabeceiras de Basto, e finaliza com um comício ao final da tarde, em Guimarães.

Já o líder social-democrata, Rui Rio, vai contactar com a população durante a manhã, em Bragança, viaja até Mirandela para um almoço com associações de agricultores, visita as Festas das Vindimas e do Vinho de Valpaços, uma cooperativa de olivicultores e uma adega.

A comitiva social-democrata segue para mais duas ações de contacto com a população, em Vila Real e Peso da Régua, respetivamente, e encerra com uma visita ao Museu do Douro.

O porta-voz do PAN, André Silva, dedica a manhã a ações de diálogo com a população, em Aveiro e Santa Maria da Feira, viaja a bordo do ‘Vouguinha’ até Espinho, e finaliza com uma visita ao Centro de Interpretação Ambiental e um périplo por Viana do Castelo.

Na campanha do BE, a coordenadora nacional, Catarina Martins, participa num encontro com ajudantes familiares da Misericórdia, em Lisboa, e segue para um "mega-almoço" nacional, na Feira Internacional de Lisboa.

A CDU vai fazer campanha na margem sul do Tejo, com o secretário-geral comunista, Jerónimo de Sousa, a visitar a Sociedade Filarmónica Humanitária, de manhã, em Palmela (Setúbal). A caravana segue para um almoço com comunidades imigrantes, na Moita, participa num comício na Sociedade Filarmónica União Artística Piedense e finaliza com um jantar na Casa do Povo de Sines.

Em relação aos partidos sem assento parlamentar, a cabeça de lista do Livre por Lisboa, Joacine Katar Moreira, estará no mercado de Alverca e na estação de metro de Odivelas, o líder do PNR, José Pinto Coelho, vai estar na Covilhã e o presidente da Aliança, Pedro Santana Lopes, fará campanha na Figueira da Foz, município a que já presidiu.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.