Proteção Civil dos Açores reforça rede de comunicações satélite para catástrofes

Proteção Civil dos Açores reforça rede de comunicações satélite para catástrofes

 

Lusa/AO Online   Regional   25 de Fev de 2019, 18:15

As quatro corporações de bombeiros de São Miguel receberam, esta segunda-feira, quatro telefones satélites no âmbito do reforço da rede de comunicações açoriana em caso de acidente grave ou catástrofe.

Foram entregues quatro telefones satélite às corporações de Ponta Delgada, Povoação, Nordeste e Ribeira Grande, mas nas próximas duas semanas serão entregues os restantes cinco equipamentos às corporações das Lajes e São Roque do Pico, Calheta de São Jorge, Angra do Heroísmo e Praia da Vitória, adiantou o secretário regional da Saúde, Rui Luís.

Assim, a rede fica apetrechada com 21 telefones satélite.

Dos 12 equipamentos que já existiam, três encontram-se na sede do Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores, dos quais um fixo na Sala de Atendimento e Gestão de Emergências e dois portáteis, que equipam as malas de operações utilizadas em situações de exceção, segundo o executivo açoriano.

“Apesar de as nove ilhas já se encontrarem cobertas por este sistema, este reforço traz a possibilidade de as 17 corporações estarem munidas destes aparelhos, salvaguardando a redundância das comunicações em caso de acidente grave ou catástrofe que inviabilize outro tipo de comunicações”, sublinhou Rui Luís.

Em declarações aos jornalistas, à margem da entrega dos equipamentos em Ponta Delgada, o governante salientou que a atual rede "é bastante fiável", destacando que a distribuição dos novos telefones satélite "salvaguarda a existência de equipamentos em todas as corporações de bombeiros, otimizando assim uma rede de comunicações".

Os nove aparelhos representam um investimento de cerca de 20 mil euros, que inclui a aquisição de bases de rede e antenas exteriores, de acordo com o secretário regional da Saúde.

"Entendemos que as 17 corporações deveriam ter também rádios e estamos a completar este ciclo de entrega às corporações de bombeiros", reforçou.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.