Justiça

Processo de alegado nazi Demjanjuk inicia-se em Munique


 

Lusa / AO online   Internacional   30 de Nov de 2009, 11:03

O processo de John Demjanjuk, 89 anos, acusado de cumplicidade no extermínio de 27.900 judeus no campo nazi de Sobibor, iniciou-se esta segunda-feira em Munique.
O acusado, primeiro da lista de criminosos de guerra nazis ainda vivos elaborada pelo Centro Simon Wiesenthal, entrou na sala de audiências numa cadeira de rodas devido ao seu mau estado de saúde.

Este apátrida de origem ucraniana poderá ser condenado a prisão perpétua se o tribunal de Munique, sul da Alemanha, considerar que ele foi de facto guarda, durante seis meses, em 1943, do campo de extermínio de Sobibor, hoje na Polónia.

Durante este período, cerca de 27.900 judeus, nomeadamente holandeses, foram mortos em câmaras de gás. Segundo a acusação, Demjanjuk participou directamente neste extermínio.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.