Política

Prisão de Ponta Delgada com 170 por cento de lotação

Prisão de Ponta Delgada com 170 por cento de lotação

 

Lusa/AO online   Regional   2 de Dez de 2010, 17:11

A coordenadora regional do BE/Açores, Zuraida Soares, afirmou esta quinta-feira que o Estabelecimento Prisional de Ponta Delgada tem uma lotação de 170 por cento, frisando que se trata de uma cadeia "indigna e desumana".
“Do ponto de vista físico, é um estabelecimento prisional de terceiro mundo, indigno e desumano. Basta dizer que tem uma sobrelotação de 170 por cento”, afirmou Zuraida Zoares, que falava aos jornalistas no final de uma reunião com dirigentes do Sindicato do Corpo da Guarda Prisional.

A prisão tem uma lotação de 112 reclusos mas possui actualmente mais de 180 detidos nas suas instalações. Para a líder do BE/Açores, as condições a que os reclusos e os guardas prisionais estão sujeitos são preocupantes, frisando que “a indignidade que afecta e penaliza os reclusos é a mesma que impede os guardas de terem condições de trabalho para darem um tipo de resposta que acaba por não existir”.

Os dados que conheceu durante a reunião levaram Zuraida Soares a afirmar que, “para equiparar o rácio de guardas prisionais por reclusos existente na Madeira, o Estabelecimento Prisional de Ponta Delgada teria de admitir mais 40 guardas prisionais”.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.