Media

Prisa quer vender parte da Media Capital a investidores portugueses


 

Lusa/AOonline   Economia   7 de Out de 2008, 12:31

O grupo espanhol Prisa gostaria de vender parte da Media Capital a investidores portugueses, mas ainda não avançou com a alienação, mantendo-se "tudo em aberto" na decisão, afirmou à Lusa o administrador Miguel Gil.
O responsável garantiu que a decisão de vender parte da Media Capital está a ser ponderada "como foi anunciado há quase um ano pelo [administrador-delegado] Manuel Polanco", mas que "está tudo em aberto" em relação à forma e à participação a alienar.

    Miguel Gil confirmou ainda que a Prisa gostaria que a participação a vender na Media Capital fosse adquirida por parceiros portugueses, tal como avançou segunda-feira o conselheiro delegado do grupo espanhol Juan Luis Cebrián.

    "Gostariamos que a maior estação de televisão portuguesa tivesse presença de capital português", disse Cebrián num encontro com jornalistas que decorreu segunda-feira em Madrid.

    O encontro teve como objectivo anunciar que a Prisa vai realizar uma emissão de diferentes instrumentos financeiros até dois mil milhões de euros com o que dará entrada no capital a sócios financeiros e industriais.

    Cebrián disse que a Prisa recebeu já "uma dezena de ofertas" que foram "satisfatórias" dos principais operadores de televisão paga pela Digital Plus, estando agora a seleccionar uma lista de "cinco ou seis propostas".

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.