Primeiro Fórum da Ultraperiferia Europeia reúne para discutir estratégias

Primeiro Fórum da Ultraperiferia Europeia reúne para discutir estratégias

 

Lusa/AO Online   Internacional   27 de Mai de 2010, 07:31

O Primeiro Fórum da Ultraperiferia Europeia, que decorre hoje e sexta feira, em Bruxelas, visa melhorar o diálogo com e entre estas regiões e mostrá-las à União Europeia (UE).

O fórum será palco de várias discussões no contexto da revisão da estratégia europeia para as regiões ultraperiféricas, a partir de 2020, e constituirá uma oportunidade para as nove regiões se juntarem e partilharem práticas e conhecimentos.

Com a entrada em vigor do Tratado de Lisboa, o número de regiões ultraperiféricas da União Europeia estendeu-se a nove, englobando os quatro departamentos franceses ultramarinos (Guadalupe, Guiana Francesa, Reunião e Martinica), as duas colectividades ultramarinas francesas de São Bartolomeu e de São Martinho, as regiões autónomas portuguesas dos Açores e da Madeira e o arquipélago espanhol das ilhas das Canárias.

Em 2008, a Comissão Europeia comprometeu-se a organizar, de dois em dois anos, e em conjunto com os estados-membros e as regiões ultraperiféricas, um Fórum da Ultraperiferia Europeia.

A sessão de abertura do Fórum está marcada para esta manhã, cabendo ao Comissário para a Política Regional, Johannes Hahn, inaugurar o evento, estando programada ainda uma intervenção, por vídeo, de José Manuel Barroso, Presidente da Comissão Europeia.

Durante dois dias os intervenientes irão discutir temas como “Os sectores determinantes para o desenvolvimento competitivo e sustentável das RUP”, passando por mesas redondas com convidados de diversas áreas e regiões, que de uma forma, ou de outra, irão dar contributos para as principais preocupações das regiões.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.