Açoriano Oriental
Prevenção Rodoviária elogia redução de taxa de alcoolemia para novos condutores
A descida do limite da taxa de alcoolemia para os novos condutores é uma recomendação antiga da Prevenção Rodoviária Portuguesa, disse o secretário-geral, congratulando-se com a decisão do Governo de introduzir esta medida em 2013.
Prevenção Rodoviária elogia redução de taxa de alcoolemia para novos condutores

Autor: Lusa/AO online

“Tem havido um consenso generalizado acerca da redução” da taxa de álcool no sangue dos atuais 0,5 gramas por litro se sangue para 0,2 quando o condutor tenha carta há menos de três anos, afirmou José Manuel Trigoso.

Segundo explicou o secretário-geral da Prevenção Rodoviária Portuguesa (PRP), a ideia é combater a inexperiência dos novos condutores, que, quando alcoolizados, perdem mais capacidades dos que os experientes.

“Na condução, com a experiência, adquire-se uma série de automatismos que não existem no início. Esses automatismos contrabalançam alguma redução na velocidade de raciocínio e na velocidade de decisão”, referiu, adiantando que “é essa a interpretação que tem levado à recomendação da redução [do limite da taxa de alcoolemia] nos primeiros anos de carta”.

Por outro lado, acrescentou o secretário-geral da PRP, esta redução da taxa máxima autorizada “tem outra vantagem suplementar, que é a esperança de que, com o hábito de beber menos, isso depois se prolongue o mais possível”.

A edição de hoje do Diário de Notícias avança que o ministério da Administração Interna pretende aprovar, em conselho de ministros, alterações ao Código da Estrada com vista a reduzir a sinistralidade nas estradas antes do final do ano.

Esse pacote de alterações, que deve entrar em vigor no início de 2013, inclui a redução da taxa limite de alcoolemia para 0,2 gramas por litro se sangue, em vez dos atuais 0,5, no caso dos recém-encartados.

Segundo José Manuel Trigoso, para registar 0,2 gramas de álcool por litro de sangue basta beber um copo de vinho ou uma cerveja.

 
PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.