Prevenção Rodoviária elogia redução de taxa de alcoolemia para novos condutores

Prevenção Rodoviária elogia redução de taxa de alcoolemia para novos condutores

 

Lusa/AO online   Nacional   11 de Out de 2012, 09:25

A descida do limite da taxa de alcoolemia para os novos condutores é uma recomendação antiga da Prevenção Rodoviária Portuguesa, disse o secretário-geral, congratulando-se com a decisão do Governo de introduzir esta medida em 2013.

“Tem havido um consenso generalizado acerca da redução” da taxa de álcool no sangue dos atuais 0,5 gramas por litro se sangue para 0,2 quando o condutor tenha carta há menos de três anos, afirmou José Manuel Trigoso.

Segundo explicou o secretário-geral da Prevenção Rodoviária Portuguesa (PRP), a ideia é combater a inexperiência dos novos condutores, que, quando alcoolizados, perdem mais capacidades dos que os experientes.

“Na condução, com a experiência, adquire-se uma série de automatismos que não existem no início. Esses automatismos contrabalançam alguma redução na velocidade de raciocínio e na velocidade de decisão”, referiu, adiantando que “é essa a interpretação que tem levado à recomendação da redução [do limite da taxa de alcoolemia] nos primeiros anos de carta”.

Por outro lado, acrescentou o secretário-geral da PRP, esta redução da taxa máxima autorizada “tem outra vantagem suplementar, que é a esperança de que, com o hábito de beber menos, isso depois se prolongue o mais possível”.

A edição de hoje do Diário de Notícias avança que o ministério da Administração Interna pretende aprovar, em conselho de ministros, alterações ao Código da Estrada com vista a reduzir a sinistralidade nas estradas antes do final do ano.

Esse pacote de alterações, que deve entrar em vigor no início de 2013, inclui a redução da taxa limite de alcoolemia para 0,2 gramas por litro se sangue, em vez dos atuais 0,5, no caso dos recém-encartados.

Segundo José Manuel Trigoso, para registar 0,2 gramas de álcool por litro de sangue basta beber um copo de vinho ou uma cerveja.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.