Assembleia Legislativa Regional

PPM vai propor debate de urgência sobre situação da RTP/Açores

PPM vai propor debate de urgência sobre situação da RTP/Açores

 

Lusa/AO online   Regional   14 de Set de 2011, 15:24

O presidente do PPM/Açores, Paulo Estêvão, vai propor um debate de urgência sobre a RTP/Açores no próximo plenário da Assembleia Legislativa Regional, para promover "uma posição de força que impeça a morte anunciada" deste canal.
“As autoridades regionais têm que agir rapidamente e impedir a concretização da tal janela de quatro horas que mata a RTP/Açores”, afirmou Paulo Estevão, que é também deputado regional do PPM/Açores, frisando que o debate ocorrerá no início da sessão plenária que começa a 27 de Setembro.

O líder regional do PPM, que é também presidente nacional do partido, salientou que pretende contactar as restantes forças politica para que "seja tomada uma posição conjunta que impeça o Governo da República e a administração da RTP" de reduzir a emissão diária da RTP/Açores a um período de quatro horas, entre as 19:00 e as 23:00.

Questionado sobre os efeitos práticos deste debate de urgência, já que será esta semana apresentado o plano de reestruturação da RTP, o presidente do PPM/Açores admitiu que a iniciativa depende da calendarização das sessões plenárias, pelo que “já está a correr atrás do prejuízo”.

Apesar disso, considerou que as forças políticas, o parlamento e a sociedade “têm que mostrar uma grande determinação e unanimidade para que o Governo da República perceba que a região está disponível para travar um combate na defesa da RTP/Açores”.

Para Paulo Estevão, a intenção de reduzir a emissão diária da RTP/Açores talvez "possa ser adiada se o Governo da República perceber que existe determinação e resistência na região contra esta decisão política”.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.