Açoriano Oriental
Portugal no pote 1 do sorteio do Mundial2021 de andebol evita alguns candidatos

A seleção portuguesa de andebol conhece no sábado os adversários no Mundial2021, no Egito, e, ao ficar integrada no pote 1 do sorteio, evita alguns dos principais favoritos, como a Alemanha, Croácia, Dinamarca, Eslovénia, Espanha, Noruega e Suécia.

Portugal no pote 1 do sorteio do Mundial2021 de andebol evita alguns candidatos

Autor: Lusa/AO Online

Portugal, Noruega (vice-campeã em 2017 e 2019) e Eslovénia (terceira em 2017) são os únicos países do pote 1 que nunca ergueram o troféu, sendo que a Suécia já venceu quatro vezes, a Alemanha três, a Espanha duas e a Croácia e a Dinamarca uma.

Ausente do pote 1, relegada para o 3, está a França, seleção que nos últimos confrontos se tem dado mal com Portugal e que é a recordista de triunfos no Mundial, com seis, aos quais soma ainda a conquista de uma medalha de prata e quatro de bronze.

Nos últimos três jogos com a França, Portugal venceu dois, um dos quais por 28-25, na estreia do Europeu2020, que a seleção lusa terminou na sexta posição. Portugal já tinha vencido a França, por 33-27, na fase de qualificação, em Guimarães.

Portugal e França têm encontro marcado no torneio pré-olímpico para Tóquio2020, de 12 a 14 de março de 2021, em Montpellier, juntamente com a Croácia e a Tunísia. O reencontro pode ser antecipado se os caminhos das seleções se voltarem a cruzar no Mundial2021.

A disputar pela primeira vez por 32 seleções, 30 das quais já estão confirmadas, faltando apenas os vencedores dos torneios de qualificação da América do Sul e Central e da América do Norte e das Caraíbas, a prova decorre de 13 a 31 de janeiro de 2021, no Egito.

As 32 equipas serão inicialmente distribuídas por oito grupos preliminares, com quatro cada, que sairão do sorteio a realizar no sábado, no planalto das pirâmides de Gizé, no Egito.

As seleções que ocuparem as três primeiras posições de cada grupo (24 no total) no final da ronda preliminar avançam para a fase principal do torneio e a quarta classificada de cada grupo (oito formações) disputará a Taça Presidente.

As 24 seleções da ronda principal serão divididas em quatro grupos de seis equipas cada e as duas primeiras classificadas de cada grupo avançam para a fase a eliminar dos quartos de final, meias-finais e final.

O continente europeu, que tem chamado a si a hegemonia da modalidade, conta com 16 seleções apuradas para a fase final. Os ‘play-offs’ europeus de qualificação foram anulados, devido à pandemia de covid-19, e 10 seleções foram indicadas para a fase final com base na classificação no Europeu2020.

A acompanhar a Dinamarca, campeã mundial em título, e os membros do pódio no Europeu2020 – Espanha (ouro), Croácia (prata) e Noruega (bronze) – juntaram-se, por ordem de classificação, as seleções da Eslovénia, Alemanha, Portugal, Suécia, Áustria, Hungria, Bielorrússia, Islândia, República Checa e França.

As seleções da Rússia (campeã em 1997, 1993 e 1982, como URSS) e Polónia (vice-campeã em 2007), integradas no pote 4, foram premiadas com dois convites pela Federação Internacional de Andebol e vão também participar na fase final do Mundial2021.

Uma seleção de cada um dos potes (1, 2, 3 e 4) será sorteada para cada um dos oito grupos da fase preliminar. O sorteio começa pelo pote 4, seguido do 3 e do 1, sendo cada país colocado na fila correspondente em cada um dos oito grupos.

Uma vez concluída esta fase do sorteio, o Egito, que está no pote 2 e na fila 2, terá então o direito, como anfitrião, de escolher um grupo. Depois de o Egito ter decidido em que grupo quer figurar, as restantes sete seleções serão sorteadas pelos restantes grupos.

Com a presença de três seleções estreantes – Cabo Verde, República Democrática do Congo e Uruguai –, a Hungria, Tunísia e Egito, no pote 2, assim como a França e Islândia, no pote 3, e a Rússia e Polónia, no 4, são os adversários ‘a evitar’ por Portugal.

A seleção lusa regressa ao Mundial 18 anos após a última participação, que ocorreu na edição realizada em Portugal, em 2003.


 
PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.