Portas quer substituição da Ministra da Educação

Portas quer substituição da Ministra da Educação

 

Lusa/AO Online   Regional   3 de Dez de 2008, 16:16

O líder do CDS-PP, Paulo Portas, afirmou hoje que o primeiro-ministro, José Sócrates, “ou substitui a ministra” da Educação, ou assume o dossier da avaliação de professores, para pôr fim ao conflito entre Governo e docentes.

  “O primeiro-ministro, das duas uma, ou substitui a ministra da Educação, ou se substitui à ministra da Educação. O conflito não pode é continuar a agravar-se”, afirmou Paulo Portas.

    Em declarações aos jornalistas no Parlamento, Paulo Portas destacou a adesão “maciça” dos professores “de todas as convicções e de todas as gerações” à greve de hoje, e frisou que “a esmagadora maioria das escolas não funcionaram”.

    “A primeira missão de um Governo é fazer as escolas funcionar. Se a tensão prosseguir vamos ter um ano lectivo com menos trabalho e menos conhecimento para os alunos”, frisou.

    Para Paulo Portas, que anunciou há semanas a apresentação, até ao final do ano, de uma proposta alternativa de avaliação mais global, frisou que “os professores chegaram ao limite daquilo que podem suportar”.

    “A vocação dos professores é ensinar e não andar a espiar o colega do lado”, declarou.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.