Polícia deteve mulher que ameaçou assassinar Michelle Obama

Polícia deteve mulher que ameaçou assassinar Michelle Obama

 

Lusa/AO Online   Internacional   23 de Dez de 2009, 14:48

A polícia do Hawai deteve uma mulher que ameaçou assassinar a primeira-dama dos Estados Unidos, Michelle Obama, que tem previsto passar as festas de Natal no arquipélago, informou hoje a emissora local KHON2.

A mulher, de 35 anos, está sob custódia das autoridades federais norte-americanas, após ter sido detida sábado a cerca de três quilómetros da residência onde os Obama planeiam passar as férias, adiantou a estação de rádio.

Segundo um relatório policial apresentado no tribunal de distrito do Hawai, a mulher ligou em Novembro para um gabinete dos serviços secretos em Boston ameaçando matar "marines" e "Michelle Obama".

Não é a primeira vez, de acordo com os documentos apresentados em tribunal, que a mulher faz ameaças através dos serviços secretos. Em 2004, disse que a sua "missão era assassinar o presidente", na altura George W. Bush.

Os documentos indicam ainda que, antes de ser detida, a mulher reconheceu à polícia ter ameaçado a primeira-dama e que atacou um agente enquanto se encontrava sob custódia.

Se for considerada culpada, pode ser condenada a um máximo de cinco anos de prisão por ameaçar um membro da família presidencial e a um ano por atacar um agente federal.

O presidente norte-americano tinha previsto partir hoje para o Hawai com a família para passar 10 dias de férias, mas adiou a viagem para aguardar em Washington o resultado da votação no Senado, quinta-feira, do projecto de reforma da saúde.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.