PME portuguesas dizem-se líderes na redução de custos com eficiência de recursos

PME portuguesas dizem-se líderes na redução de custos com eficiência de recursos

 

Lusa/AO online   Economia   17 de Dez de 2013, 10:50

As Pequenas e Médias Empresas (PME) portuguesas são as que dizem ter tido uma maior redução nos custos de produção graças a medidas de eficiência na utilização de recursos, segundo um relatório sobre economia ecológica divulgado em Bruxelas.

 

De acordo com o Eurobarómetro sobre 'PME, eficiência de recursos e mercados ecológicos', 60% das PME portuguesas inquiridas indicaram que as ações tomadas nos últimos cinco anos em termos de eficiência de recursos levaram a uma diminuição de custos de produção, o que representa o valor mais alto entre todos os Estados-membros da União Europeia, e bastante acima da média comunitária, que se fica pelos 42%.

A poupança de energia (90%) e a poupança de materiais (85%) são as medidas mais apontadas pelas PME portuguesas, quando questionadas sobre as ações que levam a cabo para serem mais eficientes em termos de recursos – situando-se estes valores muito acima da média comunitária, de 67% e 59%, respetivamente -, seguindo-se a reciclagem, reutilizando materiais ou desperdícios dentro da empresa (78%) e a poupança de água (77%).

A nível de mercados ecológicos, um quarto das PME em Portugal (25%) indicaram que oferecem produtos ou serviços ecológicos – um valor em linha com a média da UE, de 26% -, e, relativamente àquelas que não os oferecem, quando questionadas sobre as principais razões para tal, o motivo mais apontado é o de não se enquadrar ou não ser importante para a imagem da empresa, seguindo-se como segunda grande razão a procura insuficiente dos clientes.

O inquérito foi conduzido em setembro passado, tendo sido inquiridas 401 empresas em Portugal, num total de 11.207 no conjunto da União Europeia.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.