Israel

PM interrogado pela segunda vez em menos de 48 horas


 

Lusa / AO online   Internacional   11 de Out de 2007, 12:16

O primeiro-ministro israelita, Ehud Olmert, foi hoje interrogado pela polícia no âmbito de um escândalo financeiro, pela segunda vez em 48 horas.
    “Os investigadores da polícia deslocaram-se à residência oficial de Olmert às 09:00 (08:00 em Lisboa) e começaram a interrogá-lo, advertindo-o que as declarações poderiam ser utilizadas contra si”, caso seja acusado, indicou o porta-voz da polícia Micky Rosenfeld.

    O interrogatório poderá durar várias horas, adiantou Rosenfeld.

    Terça-feira, Olmert foi interrogado durante mais de cinco horas.

    O primeiro-ministro é suspeito de ter intervido, quando era ministro das Finanças interino em 2005, a favor de um empresário australiano Frank Lowy, candidato à compra de parte do capital do banco Leumi.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.