Economia

Plataformas logísticas não aumentam preço das mercadorias

Plataformas logísticas não aumentam preço das mercadorias

 

Lusa / AO online   Regional   20 de Abr de 2010, 11:40

O secretário regional do Ambiente, Álamo Meneses, assegurou que as plataformas logísticas que o governo açoriano prevê criar nos portos de Ponta Delgada e da Praia da Vitória não vão aumentar o preço das mercadorias nos Açores.
“Só haverá plataformas logísticas se houver empresários interessados em potenciá-las e se isso se reflectir numa dinamização dos custos”, afirmou, garantindo que o executivo regional “não quer aumentar o preço das mercadorias, nem subsidiar o transporte”.

Álamo Meneses falava segunda-feira à noite na Horta, Faial, no final de um debate sobre as plataformas logísticas previstas no Plano Regional de Ordenamento do Território (PROTA), um em Ponta Delgada (S. Miguel) e outra na Praia da Vitória (Terceira).

As garantias do secretário regional do Ambiente surgiram na sequência de acusações feitas durante o debate por alguns empresários locais, para quem o governo regional estaria a “ceder a pressões de lobbies da Terceira” ao impor uma alteração ao actual modelo de transporte marítimo de mercadorias.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.