PEC3 deverá levar a contracção da economia portuguesa em 2011


 

Lusa/AO online   Economia   6 de Out de 2010, 18:44

A economia portuguesa deverá sofrer uma contracção de 1,4 por cento em 2011, caso sejam levadas em conta as novas medidas de austeridade anunciadas pelo Governo na semana passada, afirmou esta quarta-feira o director adjunto do FMI.
De acordo com Jorg Decressin, director adjunto Fundo Monetário Internacional (FMI), a economia portuguesa “deverá sofrer um contracção de cerca de 1,4 por cento” incluindo as novas medidas.

As novas previsões do FMI antecipam que a economia portuguesa estagne em 2011 sem ter em conta as medidas anunciadas pelo Governo para o Orçamento do Estado para o próximo ano.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.