Paulo Portas encerra hoje iniciativa parlamentar no Funchal

 Paulo Portas encerra hoje iniciativa parlamentar no Funchal

 

Lusa/Aonline   Nacional   6 de Set de 2011, 07:49

O presidente do CDS-PP, Paulo Portas, encerra hoje as Jornadas Parlamentares do partido no Funchal, que debatem desde segunda-feira o crescimento económico e a ética social.

O discurso de Paulo Portas está agendado para as 11h00 dos Açores, depois da intervenção do presidente da Associação Comercial do Porto – Câmara de Comércio e Indústria do Porto, Rui Moreira.

As eleições legislativas regionais de 09 de outubro e a dívida da Região Autónoma da Madeira deverão ser dois dos temas que o líder do CDS-PP vai abordar na alocução aos deputados centristas na Assembleia da República.

O líder do CDS-PP esteve pela última vez na Madeira em julho, por ocasião das comemorações do 37.º aniversário do partido, que decorreram no Funchal.

Na ocasião, Paulo Portas declarou não ser possível à Região Autónoma da Madeira endividar-se mais, garantindo que a alternativa política no arquipélago é o partido.

“O que me levou a ser sempre crítico do endividamento excessivo e de uma despesa excessiva no plano da República, levou-me sempre também a ser crítico de um endividamento excessivo e de uma despesa acima das possibilidades nas regiões autónomas”, afirmou Paulo Portas.

A questão da dívida esteve também presente na deslocação do presidente do partido no final de maio à região, na campanha para as eleições legislativas nacionais, em que o CDS-PP elegeu um deputado pelo círculo da Madeira, José Manuel Rodrigues, que encabeça a lista às regionais.

Então, Paulo Portas sustentou que “acabou o tempo de ganhar eleições a fazer promessas e de governar a gastar o dinheiro que não existe”.

“Começou o tempo em que cidadãos, os contribuintes, os jovens têm o direito de exigir aos políticos que saibam ganhar eleições sem promessas e saibam governar as nações poupando e não só gastando”, disse o responsável centrista.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.