Passos não se compromete com extinção do cargo do Representante da República

Passos não se compromete  com extinção do cargo do Representante da República

 

Pedro Nunes Lagarto   Regional   25 de Set de 2010, 15:30

Pedro Passos Coelho está aberto ao contributo do PSD-Açores e PSD-Madeira para a discussão da revisão constitucional, mas para já não se compromete com a proposta que visa a extinção do cargo do Representante da República, conforme pretendem Berta Cabral e João Jardim.
Falando para dezenas de sociais-democratas que ontem se deslocaram a um hotel da cidade de Ponta Delgada para uma sessão sobre a revisão do programa do partido, Passos Coelho fez questão de dizer que “incentivou” o PSD a avançar, nos Açores e na Madeira, com propostas próprias para a discussão sobre a revisão constitucional com vista a se encontrar “uma solução mais construtiva e sólida para todos”.

Mas, ontem, Passos Coelho fez igualmente questão de realçar os méritos da proposta que a estrutura nacional do partido avançou para as Autonomias e, dentro desta , o caso específico do Representante da República - um elemento comum para ambas as regiões autónomas, nomeado e exonerado pelo Presidente da República, ouvido pelo Governo. “Também representa (a proposta) um progresso para a nossa Autonomia”, enfatizou.

Reforço da Autonomia

Anteriormente à intervenção de Passos Coelho a líder regional havia recordado aos militantes e simpatizantes que o PSD/Açores entregou ontem de manhã, no parlamento regional, um projecto de resolução de pronúncia própria da Assembleia Legislativa dos Açores sobre o que deve ser a oitava revisão constitucional em matéria estritamente autonómica. Nesse âmbito, explicou que o quinto ponto versa a extinção da figura de Representante da República e a atribuição das suas competências a um órgão unipessoal, previsto e eleito por meio de sufrágio universal, directo e secreto.

Leia esta notícia na íntegra no jornal Açoriano Oriental de sábado,
Dia 25 de Setembro de 2010


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.