Sector automóvel

Parque automóvel da Região é dos mais novos do país

Parque automóvel da Região é dos mais novos do país

 

Lusa/AO online   Regional   6 de Out de 2010, 18:24

O parque automóvel dos Açores ultrapassou 116 mil veículos no final de 2009, o que significa que, em média, quase metade da população do arquipélago possui viatura própria, revelam os dados oficiais divulgados esta quarta-feira.
O arquipélago registava no final do ano passado 116 306 veículos, dos quais 86 por cento ligeiros e oito por cento motociclos e ciclomotores.

As estatísticas disponibilizadas pela Secretaria Regional da Ciência, Tecnologia e Equipamentos indicam ainda que 25 por cento dos veículos que circulam no arquipélago têm menos de cinco anos, 41 por cento têm entre cinco e 10 anos e 34 por cento mais de 10 anos.

Estes dados tornam os Açores uma das regiões do país que tem um parque automóvel mais jovem, sendo ainda, ao lado de Lisboa, a que tem menos veículos com mais de 10 anos.

O Relatório do Parque Automóvel da Região Autónoma dos Açores em 2009 demonstra também que o parque automóvel açoriano registou no ano passado um crescimento de dois por cento, relativamente a 2008.

Os dados oficiais referem que cerca de 58 mil automóveis, metade do total de veículos que circulam nos Açores, estão na ilha de S. Miguel, seguindo-se a Terceira, com 28 mil automóveis.

No conjunto, estas duas ilhas representam 75 por cento do parque automóvel açoriano, sendo os restantes 25 por cento divididos pelas outras sete ilhas do arquipélago, entre as quais se destacam o Faial, com cerca de 8600 veículos, e o Pico, com cerca de 7600 automóveis.

As estatísticas hoje divulgadas apontam, no entanto, a ilha de S. Jorge como a que tem o maior número de veículos por habitante, seguindo-se o Faial, Santa Maria, Terceira, Pico e Flores.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.