Açoriano Oriental
"Papa emérito Bento XVI gravemente doente", diz biógrafo

Bento XVI está gravemente doente com uma infeção por herpes zoster no rosto desde seu regresso a Roma no final de junho, depois de visitar o irmão, o arcebispo Georg Ratzinger, relata o "Passauer Neue Presse", que cita o biógrafo do Papa emérito.

"Papa emérito Bento XVI gravemente doente", diz biógrafo

Autor: Lusa/AO Online

De acordo com o biógrafo Peter Seewald, que no sábado passado entregou a Joseph Ratzinger a sua biografia, o Papa emérito, de 93 anos, está num estado extremamente delicado, embora se tenha mostrado otimista, apesar da doença, relata o jornal.

Seewald explicou que Bento XVI raciocina e mantém a memória, embora a voz seja praticamente impercetível, e que o Papa emérito declarou que, se recuperar as forças, poderá escrever algumas linhas novamente.

O testamento de Bento XVI já está escrito e será tornado público após sua morte, acrescentou.

Ratzinger expressou o desejo de descansar no antigo tumulo do seu antecessor, o Papa João Paulo II, na cripta de São Pedro.

João Paulo II repousa na Capela de São Sebastião, contigua à que alberga a escultura La Pietà (A Piedade), de Miguel Ângelo.

Seewald e Bento XVI publicaram em conjunto quatro livros de entrevistas com uma circulação internacional de cerca de três milhões de cópias.

A biografia feita por Seewald é a mais abrangente e detalhada do Papa emérito e já vai na 3.ª edição desde que foi publicada, este ano. Já está a ser planeada a tradução em 10 idiomas.

Na apresentação do livro, no Mosteiro Mater Ecclesiae, nos jardins da Cidade do Vaticano, onde reside o Papa emérito desde que renunciou, em fevereiro de 2013, participou também o seu secretário pessoal, o arcebispo Georg Gänswein.

Bento XVI agradeceu a Seewald, quem descreveu como um historiador profundo e "narrador vivo" da sua história pessoal.

A apresentação pessoal do livro teve de ser adiada várias vezes por causa da pandemia de covid-19.

O irmão do Papa emérito, que estava gravemente doente, morreu no passado dia 01 de julho, aos 96 anos.

Bento XVI visitou o irmão em Ratisbona, entre 18 a 22 de junho, depois de voar do Vaticano para Munique acompanhado do seu secretário pessoal, de um médico, uma enfermeira, uma outra pessoa também cuidadora e o vice-comandante do Corpo da Guarda do Estado da Cidade do Vaticano.


 
PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.