Açoriano Oriental
PAN diz que marcação de eleições antecipadas era “decisão expectável”

O líder do PAN/Açores considerou hoje a dissolução da Assembleia Legislativa e a marcação de eleições regionais antecipadas para 04 de fevereiro, pelo Presidente da República, “uma decisão expectável”.

PAN diz que marcação de eleições antecipadas era “decisão expectável”

Autor: Lusa

Em declarações à agência Lusa, Pedro Neves afirmou que o anúncio de Marcelo Rebelo de Sousa “era uma decisão expectável”, no seguimento da reunião dos vários partidos com o Presidente da República, no dia 30 de novembro.

Referiu que nesse encontro, o PAN tinha indicado o dia 04 de fevereiro de 2024 “como a data mais provável” para as eleições antecipadas, apesar de não haver muito tempo para os partidos se reorganizarem.

“Mas os açorianos estão à frente disso tudo e nós precisamos o mais rapidamente possível de uma Assembleia Regional plural e que tenha um Orçamento rapidamente para que nós consigamos cumprir com todas as promessas para o ano de 2024”, justificou.

Segundo Pedro Neves, com o anúncio de hoje, as listas com os candidatos eleitorais devem estar prontas no dia 22 de dezembro.

O presidente do PAN açoriano adiantou que, por isso, vai “tentar reorganizar o partido” e fechar as listas em todas as ilhas, que é objetivo e obrigação de um partido que tem representação parlamentar.

Pedro Neves será o cabeça-de-lista do PAN às eleições açorianas antecipadas e diz que o objetivo para a próxima legislatura é “formar um grupo parlamentar”.


PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados