"Os Contemporâneos" garantem terceira série

 "Os Contemporâneos" garantem terceira série

 

Lusa/AO Online   Nacional   4 de Dez de 2008, 17:43

O programa de humor da RTP "Os Contemporâneos" vai ter pelo menos mais treze episódios, anunciou hoje o director de programas do canal durante o lançamento da primeira temporada da série em DVD.
  "Está já acordada a terceira série, que estreia em Abril", disse José Fragoso durante a apresentação do DVD da primeira temporada de "Os Contemporâneos", hoje no Samouco, Montijo.

    O director de programas da RTP lançou "com grande satisfação" o DVD do primeiro projecto que começou a ser desenhado aquando da sua entrada na estação pública, há quase um ano.

    "É um projecto desenvolvido do zero e que seguiu um caminho muito interessante. Temos agora a segunda série no ar [às quintas-feiras às 22:30 na RTP1] e o DVD sairá mais à frente. É um projecto maduro com o seu espaço conquistado", referiu.

    De acordo com a única actriz do elenco, Carla Vasconcelos, o programa "é coisa para durar onze anos".

    Dos vários personagens criados pelos actores e argumentistas de "Os Contemporâneos", houve um que se destacou: o "chato", interpretado por Nuno Lopes.

    Escrever os textos para aquele personagem é para Nuno Markl e Francisco Palma "um exercício terapêutico", em que podem "insultar pessoas que não o merecem".

    "É uma figura ultra contemporânea e ultra portuguesa. Mandar os outros trabalhar quando não se faz nada é uma pose muito nacional", contou Nuno Markl, acrescentando que inicialmente o "chato" "não tinha aquele formato".

    Nuno Lopes moldou o personagem, por sentir que "se fosse uma pessoa dita normal era natural que levasse um murro, por causa das coisas que diz, e os skecthes nunca ficariam completos".

    À margem do lançamento, José Fragoso aproveitou ainda para anunciar o regresso aos ecrãs, em Janeiro de 2009, da série de ficção nacional "Conta-me como Foi".

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.