Operário traz diretor do Leixões para subir de divisão

Operário traz diretor do Leixões para subir de divisão

 

Nuno Martins Neves   Futebol   6 de Ago de 2018, 09:37

Pedro Taborda (37 anos) é o novo diretor desportivo dos “fabris”, substituindo Carlos Hortelão, que será adjunto de André Branquinho. Pré-época começa a 13 de agosto


Surpresa no Campo João Gualberto Borges Arruda, com a chegada de Pedro Taborda do Leixões para a direção desportiva do Clube Operário Desportivo. O diretor de 37 anos, natural de Viana do Castelo, vai assumir o comando do futebol e trará consigo vários jogadores, com o objetivo de levar o clube lagoense de novo ao terceiro escalão do futebol nacional.

A confirmação surgiu por parte do presidente do Operário, Gilberto Branquinho, que explica as razões por detrás desta decisão. “A vinda vem no pretexto de desempenhar as suas funções, ter maior facilidade de encontrar jogadores pelos anos que já leva no desporto. Só assim é que o Operário terá um plantel capaz e com o mínimo possível de verbas”, afirma.

Pedro Taborda chega do Leixões, onde foi coordenador técnico, partilhando o espaço com o atual treinador do Santa Clara João Henriques, tendo desempenhado a mesma função no Almancilense, Pedras Salgadas, Oliveira do Hospital, Vianense e nos juvenis do Boavista. Foi ainda “olheiro” da Naval 1.º de Maio.

Para o presidente do Operário, a experiência de Pedro Taborda foi um dos aspetos determinantes para a sua vinda: “É uma pessoa íntegra, conhece o meio, é responsável. Tem atributos reconhecidos na área da formação, já passou por alguns clubes com trabalho meritório. Quando soube da situação do Operário, quis ajudar e quando é assim só temos de receber de braços abertos”.

Leia mais na edição desta segunda-feira, 06 agosto 2018, do Açoriano Oriental



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.