Operação Natal arranca com militares a patrulhar as estradas mais críticas

Operação Natal arranca com militares a patrulhar as estradas mais críticas

 

Lusa/AO Online   Nacional   23 de Dez de 2011, 07:47

 A Operação Natal da Guarda Nacional Republicana (GNR) arranca às 00:00 de sexta-feira e prolonga-se até às 24:00 de segunda-feira, com a GNR a aconselhar os condutores a terem prudência na estrada.

Ao patrulhar as estradas nesta época, a GNR estará particularmente atenta ao controlo da velocidade, à habilitação legal para conduzir, à condução sob a influência do álcool e de substâncias psicotrópicas, bem como ao cumprimento das regras de trânsito.

Segundo a GNR, sabendo que as festividades ligadas ao Natal provocam um aumento significativo de tráfego rodoviário que potencia uma maior insegurança nas estradas, os militares estarão também atentos na fiscalização à não utilização do cinto de segurança e sistemas de retenção e à utilização indevida de telemóveis durante a condução.

Em 2010 a GNR contabilizou oito mortos em 868 acidentes de viação ocorridos nos quatro dias da Operação Natal, o dobro das vítimas mortais registadas no mesmo período de 2009.

As infrações mais detetadas na altura foram a velocidade excessiva, o uso de telemóvel no ato da condução e a condução e manobras perigosas.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.