Hóquei em Patins

Oliveirense vence Benfica e levanta a quarta Taça de Portugal

 Oliveirense vence Benfica e levanta a quarta Taça de Portugal

 

AO Online/ Lusa   Hóquei em Patins   2 de Jun de 2019, 20:22

A Oliveirense conquistou este domingo a sua quarta Taça de Portugal de hóquei em patins, ao vencer por 5-2 o Benfica, em Oliveira de Azeméis, um troféu que pertencia ao FC Porto e fugia aos oliveirenses há sete anos.

A jogar em casa, a formação de Renato Garrido chegou à vantagem numa grande penalidade convertida por Marc Torra, aos sete minutos, e Jorge Silva aumentou a vantagem aos 14. A equipa de Alejandro Domínguez ainda reduzir por Carlos Nicolia (22), mas Xavi Barroso acabaria por marcar logo de seguida (23).

Na segunda parte, Marc Torra aumentou a diferença com o ‘bis’, Nicolia também ‘bisou’ numa grande penalidade no último minuto, mas Jordi Bargallo, na conversão de um livre direto, fechou o resultado em 5-2, que valeu o primeiro troféu à equipa desde 2011/2012.

Com boas oportunidades para ambos os lados nos minutos iniciais, foi a Oliveirense que inaugurou o marcador, graças a uma grande penalidade de Marc Torra, que rematou ao ângulo superior da baliza de Pedro Henriques.

No minuto seguinte, Nicolia acertou no ferro, enquanto numa saída rápida a Oliveirense aproveitou para dilatar a vantagem, com Jorge Silva a rematar de primeira e a surpreender o ‘guardião’ ‘encarnado’.

Pouco depois, o Benfica viu o tento de Lucas Ordoñez ser anulado por suposta falta sobre o guarda-redes, mas acabaria por reduzir o marcador num contra-ataque conduzido por Nicolia, passou a Jordi Adroher e o espanhol devolveu ao argentino que só teve de empurrar para o fundo das redes.

Porém, logo no minuto seguinte, um excelente passe de Jorge Silva isolou Xavi Barroso, o espanhol fintou Pedro Henriques e voltou a aumentar a diferença, sendo que, no último minuto da primeira parte, Pablo Cancela ainda acertou no poste e, pouco depois, Jordi Bargallo ‘disparou’ contra a trave.

No segundo tempo, a equipa da casa limitou-se a gerir o jogo e procurar espaços na defesa contrária até que Marc Torra, fora da área, puxou o ‘stick’ atrás e desferiu um potente remate, com a bola a encaixar no ângulo superior, sem hipótese para Pedro Henriques.

O espanhol, melhor marcador da Oliveirense, teve oportunidade de assinar um ‘hat-trick’ na conversão de um livre direto, mas acertou no ferro, enquanto do outro lado, Xevi Puigbi ia defendendo os remates benfiquistas, numa boa exibição do ‘guardião’ catalão.

Depois de uma série de oportunidades desperdiçadas, incluindo um livre direto de Xavi Barroso, negado por uma excelente defesa de Pedro Henriques, acabou por ser o Benfica a marcar através de uma grande penalidade. Depois de Lucas Ordoñez ter falhado um livre direto, Nicolia assumiu o penálti e reduziu.

Porém, nos últimos segundos, o argentino viu o segundo cartão azul e Jordi Bargallo foi para a marca de livre direto e coroou uma excelente exibição coletiva com o quinto golo. Este resultado permitiu à Oliveirense levantar a sua quarta Taça de Portugal, enquanto o Benfica segue numa ‘seca’ de títulos nacionais desde 2016.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.