"Novo Navio Mestre Jaime Feijó é mais valia para o triângulo", diz José Leonardo Silva

"Novo Navio Mestre Jaime Feijó é mais valia para o triângulo", diz José Leonardo Silva

 

AO Online   Regional   10 de Ago de 2019, 22:16

O Presidente da Câmara Municipal da Horta falava esta sexta feira, 9 de agosto, durante a cerimónia de batismo do novo ferry da Atlânticoline no Terminal Marítimo da Horta.

“O novo navio Mestre Jaime Feijó é uma mais valia para o Faial e para o Triângulo. Os transportes marítimos são fundamentais para estas ilhas e é de realçar o tempo recorde com que tudo se resolveu. Hoje é, de facto, um dia feliz”, afirmou José Leonardo Silva.

A integração do novo navio da Atlânticoline, na operação do transporte marítimo de passageiros e viaturas no grupo central, antes do prazo inicialmente previsto é, no entender de José Leonardo Silva, “reveladora da boa ação do governo e da visão que tem deste tipo de operação, atendendo a que aumentou a capacidade de transporte de passageiros, de viaturas, assim como a capacidade da enfermaria permitindo assim transportar três doentes em maca em simultâneo”.

Este novo navio com capacidade para transportar 333 passageiros e 15 viaturas, duas das quais com peso bruto até 5,5 toneladas, com 41,2 metros, mais 120 centímetros que os navios de 40 metros, e também construído pelos Astilleros Armon.

Na cerimónia, José Leonardo Silva deixou ainda uma palavra de reconhecimento a toda a família do Mestre Jaime Feijó, figura histórica do transporte marítimo de passageiros no Triângulo, “um verdadeiro lobo do mar que se destacou no desempenho de profissões marítimas e portuárias, nomeadamente como estivador, baleeiro, contramestre e mestre de tráfego local e que soube, muito bem, passar o testemunho, ou não tivesse alguns dos seus netos já a navegar no nosso Canal”.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.