Açoriano Oriental
Internet
Norte-americano condenado a dois anos de prisão por envio de spams
Um homem de 28 anos, originário de Nova Jersei, foi condenado sexta-feira a uma pena de mais de dois anos de prisão por ter participado no envio de milhões de correios electrónicos não solicitados (spam) na Internet.
Norte-americano condenado a dois anos de prisão por envio de spams

Autor: Lusa / AO online
    Todd Moeller, que se declarou como culpado no início do ano pelo envio de correios indesejáveis para e-mails de utilizadores de Internet, foi condenado a 27 meses de prisão e a uma multa de mais de 180.000 dólares.

    O condenado aceitou enviar spams publicitários de um produto comercial para cerca de 1,2 milhões de utilizadores do portal de Internet American Online (AOL).

    Moeller e o seu co-acusado Adam Vitale, que também se declarou culpado e cuja pena deverá ser conhecida a 13 de Novembro, enviaram grandes quantidades de spams sem que a verdadeira fonte de envio fosse detectada e afirmaram ter ganho por esse meio dezenas de milhares de dólares.

    Um outro norte-americano foi condenado em 2005 a nove anos de prisão por ter infringido as leis anti-spams e um estudante texano que liderou uma grande operação de envios de spams foi condenado no ano passado a uma multa de mais de 10 milhões de dólares.
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.