Multimilionário russo disposto a casar-se para ser presidente do país


 

Lusa/AO online   Internacional   15 de Dez de 2011, 11:26

O multimilionário russo Mikhail Prokhorov disse que está disposto a casar-se se isso for importante para a sua vitória nas eleições presidenciais de 4 de Março de 2012.
"Se isso for necessário para o país e para a vitória nas presidenciais, estou pronto até a fazer isso", afirmou Prokhorov aos jornalistas numa reunião para lançar a sua campanha eleitoral.

Aos 17 anos, apostou com um amigo que não se casaria até aos 42 anos. Passado o prazo, explicou que a vitória na aposta não significava que se iria casar imediatamente.

O magnata frisou que não informou o Kremlin da sua intenção e que para ele é um prazer concorrer com o primeiro-ministro Vladimir Putin.

"Quando se compete com um adversário mais forte, ganha-se força mais depressa", frisou.

Prokhorov disse igualmente que, se for eleito Presidente, a primeira medida que tomará será o perdão de Mikhail Khodorkovski, antigo magnata russo que se encontra a cumprir uma pesada de prisão por "branqueamento de capitais" e "fuga ao fisco".

O candidato prometeu também reduzir os mandatos presidenciais de seis para cinco anos cada um e fazer com que a lei não permita que a mesma pessoa ocupe o cargo de Presidente mais de 10 anos.

Mikhail Prokhorov não excluiu também a possibilidade de participar nas manifestações da oposição de protesto contra os resultados das eleições parlamentares de 04 de Dezembro.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.