Açoriano Oriental
Açores/Eleições
MPT acredita na eleição de um deputado

O Partido da Terra (MPT) acredita que pode eleger um deputado ao parlamento regional nas eleições açorianas no próximo domingo, alertando que dar maioria absoluta ao Partido Socialista (PS) é “desenquadrado com a realidade”.

MPT acredita na eleição de um deputado

Autor: Lusa/AO Online

Em declarações hoje à agência Lusa, o cabeça de lista por São Miguel e pelo círculo de compensação do MPT explicou que, após 11 dias de campanha ‘online’, crê que o partido terá um bom resultado.

“Nós estamos aqui para trabalhar. Como já disse: estamos blindados a qualquer tráfico de influências e a qualquer tipo de nepotismos que possa haver e que existem no Açores e somos diferentes das outras candidaturas”, salientou Pedro Pimenta.

De acordo com o também vice-presidente do partido, os açorianos têm “acordado para aquilo tem sido o governo nos últimos 24 anos”.

“Estar-se a dar novamente maioria absoluta ao PS acho que é algo que não consigo idealizar, nem consigo aceitar. Os açorianos sabem dos problemas que os Açores têm e estar a dar uma nova maioria ao PS, sinceramente, acho completamente desenquadrado com a realidade e com o sentimento das pessoas açorianas”, observou.

Tendo realizado a campanha nas redes sociais, o MPT adiantou que ficou “muito por dizer e muito por contar”, sustentando que ficou muito por passar à população açoriana.

“Foi uma maratona. Mais complicada para nós que não estivemos a fazer campanha de rua, foi tudo pelas redes sociais e pelos meios de comunicação social. Estamos em crer que vamos ter um bom resultado, trabalhámos afincadamente para que as coisas corressem bem, para passar a nossa mensagem”, disse.

Sobre a sondagem da Universidade Católica para a RTP, em que o MPT fica de fora de eleger pelo menos um deputado, Pedro Pimenta afirmou que não a tem “como certa, nem como garantida”, porque não acredita.

De acordo com a sondagem, o PS deverá manter a maioria absoluta com 45% das intenções de voto, seguindo-se o PSD com 32%.

As eleições para o parlamento açoriano decorrem no próximo domingo.

Nas anteriores legislativas açorianas, em 2016, o PS venceu com 46,4% dos votos, o que se traduziu em 30 mandatos no parlamento regional, contra 30,89% do segundo partido mais votado, o PSD, com 19 mandatos, e 7,1% do CDS-PP (quatro mandatos).

O BE, com 3,6%, obteve dois mandatos, a coligação PCP/PEV, com 2,6%, um, e o PPM, com 0,93% dos votos expressos, também um.

Nas eleições regionais açorianas existem nove círculos eleitorais, um por cada ilha, mais um círculo regional de compensação que reúne os votos que não foram aproveitados para a eleição de parlamentares nos círculos de ilha.

O PS governa a região há 24 anos, tendo sido antecedido pelo PSD, que liderou o executivo regional entre 1976 e 1996.


 
PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.