Vestuário

Missão empresarial pretende reforçar relações comerciais com o Brasil


 

Lusa/AO Online   Economia   8 de Nov de 2009, 11:08

Oito empresas portuguesas de vestuário e confecção iniciam segunda-feira uma missão empresarial a São Paulo com o objectivo de aprofundar as relações comerciais com o mercado brasileiro, considerado fantástico para roupa de homem e de criança.

"O mercado brasileiro é um objectivo antigo com potencialidades fantásticas sobretudo em roupa de homem e de criança", disse à agência Lusa o presidente da Associação Nacional das Indústrias de Vestuário e Confecção (ANIVEC/APIV).

Em declarações à Lusa, Alexandre Pinheiro explicou que "a missão empresarial é para estudar a forma de exportar os produtos, mas também serve para encontrar parceiros, podendo fazer a ponte entre o Brasil e a Europa".

"Temos a ganhar não só o mercado com 100 milhões de potenciais consumidores como parcerias que se podem fazer, estudando a melhor forma como as empresas se devem organizar para melhor penetrarem no Brasil", acrescentou o presidente da ANIVEC/APIV.

Alexandre Pinheiro reconheceu que "as questões burocráticas e alfandegárias são as maiores barreiras à exportação para o Brasil", mas o empresário está confiante que as negociações em curso na Associação Europeia do Sector Têxtil e Vestuário (Euratex) permitirão alcançar "acordos bilaterais" para o "livre comércio e reciprocidade para a indústria da moda".

Em declarações à Lusa, o presidente da ANIVEC/APIV explicou que "o Brasil é um objectivo antigo", tendo, em 2008, sido dado o primeiro passo para aprofundar as relações com um acordo com a Associação Brasileira da Indústria Têxtil e da Confecção (ABIT), que representa cerca de 30.000 empresas brasileiras.

Segundo o responsável, o acordo permite que ambas as associações utilizem as suas sedes, no Porto e em São Paulo, como escritórios e estabeleçam pontos de colaboração no âmbito do negócio da moda.

Acorfato, Ana Salazar, Anos 30, Arcos & Faria, Cruz & Areal, Grasil - Confecções, Hall & CA, Henrique & Oliveira e Troficolor Têxteis representam a indústria de vestuário e confecção portuguesa na missão de quatro dias ao Brasil.

O plano de internacionalização da ANIVEC/APIV, que representa cerca de 700 empresas portuguesas, aposta também em Angola, sendo a próxima missão empresarial a Luanda, com partida a 22 de Novembro.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.