Ministro da Economia inicia reuniões com associações empresariais e PME sobre o "SIM"


 

Lusa / Ao online   Economia   4 de Nov de 2007, 10:25

O ministro da Economia inicia segunda-feira no Porto, Braga e Aveiro uma série de reuniões com as associações empresariais e responsáveis de Pequenas e Médias Empresas (PME) para apresentar o programa SIM - Soluções Integradas para a Modernização.
    "Vamos começar 2ª feira no Porto, Braga e Aveiro, seguindo-se todas as capitais de distrito, para promover um contacto próximo, discutir e explicar a filosofia do SIM que é uma aplicação a 100 por cento da política europeia para as PME e competitividade no nosso país", disse à agência Lusa o ministro da Economia e da Inovação, Manuel Pinho.

    De acordo com o ministro, o SIM integra um "conjunto de instrumentos que vão estar disponíveis para as PME" para melhorar as suas competências de gestão, inovação, tecnologia e exportações, no âmbito do QREN (Quadro de Referência Estratégico Nacional).

    "Além disso, a política europeia [agora através do SIM] visa também a facilitação da vida das PME através do e-government e parcerias para o crescimento, por intermédio do capital de risco e capital semente", salientou o ministro.

    Sublinhando a importância desta "solução integrada", Manuel Pinho explicou que "cobre todas as necessidades das PME".

    "A competitividade não deve ser um esforço isolado das PME. Pelo contrário, estas devem actuar em várias frentes", acrescentou o governante, explicando que as empresas podem apresentar as suas candidaturas ao QREN a partir de 15 de Novembro e ao SIM a partir de 23 do mesmo mês, aquando do Conselho da Competitividade em Bruxelas.

    "A partir de 23 de Novembro o SIM vai estar disponível. Vai existir também um site, através do qual as PME podem formalizar as suas candidaturas a todos os projectos e ter acesso a todas as facilidades do e-government e entidades que promovem a sua actuação", afirmou.

    Manuel Pinho disse também que vai ajudar as PME Exportadoras a criar um site próprio em duas línguas - português e inglês - e criar um "programa Erasmus para gestores de PME", para promover o contacto com a realidade das empresas semelhantes na Europa.
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.